RADIO WEB JUAZEIRO : EM COMA INDUZIDO, MARISA CONTINUA LUTANDO PELA VIDA

PARA VOTAR NA RADIO, CLIQUE AQUI

segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

EM COMA INDUZIDO, MARISA CONTINUA LUTANDO PELA VIDA

Dona Marisa Letícia segue em coma induzido na UTI do Sírio-Libanês

Ex-primeira-dama sofreu acidente vascular cerebral hemorrágico na última terça-feira (24).

Por Will Soares, G1 São Paulo
A ex-primeira-dama Marisa Letícia (Foto: Roberto Stuckert Filho)

A ex-primeira-dama Marisa Letícia, mulher do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, segue internada em coma induzido na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Sírio-Libanês, no Centro de São Paulo, na manhã desta segunda-feira (30).

Ela foi internada no hospital que fica na região central de São Paulo após sofrer um acidente vascular cerebral hemorrágico na terça-feira (24).

Neste domingo, o ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, foi ao hospital visitar a ex-primeira-dama.

Entenda o que é um aneurisma cerebral

Tomografia

Na sexta-feira (27), Dona Marisa passou por mais uma tomografia para verificar se houve melhora na infecção que se formou em seu cérebro. Os médicos que acompanham a ex-primeira-dama pediram o novo exame para avaliar se o grau de infecção provocado pela hemorragia cerebral melhorou ou piorou.

O médico Roberto Kalil Filho, chefe da junta que atende Dona Marisa, explicou que a atividade cerebral só chega ao seu pico depois de no mínimo três dias de um trauma como o AVC. Na sexta, quando se completava o terceiro dia de internação, o médico se dizia esperançoso de que fosse possível fazer uma melhor avaliação das regiões do cérebro afetadas pela hemorragia.

Segundo o médico, Dona Marisa já tinha um aneurisma, uma veia cerebral com malformação, diagnosticada há cerca de dez anos. Não havia, na época, indicação cirúrgica, mas apenas de acompanhamento clínico. Segundo ele, foi esse aneurisma que se rompeu. Kalil disse ainda que uma crise hipertensiva "provalmente pode ter rompido o aneurisma".

O aneurisma cerebral é a dilatação anormal de uma parte da artéria ou uma veia que irriga o cérebro. Essa dilatação faz com que parte do vaso fique mais fina, mais sensível, como se fosse uma bolha, que pode se romper a qualquer momento e provocar uma hemorragia.

Veja a íntegra do boletim médico divulgado pelo Sírio-Libanês:

"A paciente Marisa Letícia Lula da Silva continua internada na UTI do Hospital Sírio-Libanês, em condição clínica estável. Permanece sedada com monitorização neurológica intensiva. O quadro está inalterado nas últimas 24 horas.

As equipes médicas que a acompanham são coordenadas pelo Prof. Dr. Roberto Kalil Filho, Prof. Dr. Milberto Scaff, Prof. Dr. Marcos Stávale e Prof. Dr. José Guilherme Caldas."

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário.