RADIO WEB JUAZEIRO : BANDIDOS CADA VEZ MAIS OUSADOS

PARA VOTAR NA RADIO, CLIQUE AQUI

.

.

VOCE ACHA QUE TEMER VAI

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

BANDIDOS CADA VEZ MAIS OUSADOS

Bandidos atiram contra helicóptero da PRF e matam segurança na Baixada Fluminense
Motorista se esconde durante tiroteio 
Foto: Cléber Júnior / Agência O Globo  Cintia Cruz

Cerca de 15 criminosos armados com fuzis atiraram contra um helicóptero da Polícia Rodoviária Federal (PRF), na manhã desta sexta-feira, enquanto roubavam o carregamento de cigarros de um caminhão no Arco Metropolitano, na altura da Favela do Guandu, em Japeri, na Baixada Fluminense. Um segurança que fazia a escolta do veículo foi morto pelos bandidos, que fugiram com o material, avaliado em R$ 1,5 milhão.

Por volta das 9h, os criminosos, a bordo de um automóvel Toyota Corolla e de um Volkswagen Jetta, abordaram o motorista da carreta, anunciando o assalto. Eles levaram o veículo para a entrada da comunidade e o saquearam. O segurança, que fazia a escolta da carga num Ford Ka, tentou impedir, mas foi morto com um tiro no rosto. O nome da vítima não foi divulgado.

Pessoas se escondem de tiros sob carreta no Arco Metropolitano 
Foto: Cléber Júnior / Agência O Globo

Agentes do Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv) foram acionados e cercaram os ladrões. Os bandidos, então, atiraram contra as viaturas, dando início a um intenso confronto. Motoristas deixaram seus carros para se proteger. De acordo com a PRF, em meio ao tiroteio, os criminosos, escondidos numa área de mata próxima à estrada, dispararam também na direção da aeronave da corporação, que dava apoio aos agentes.Um vídeo postado em redes sociais mostra o momento em que motoristas que estavam presos no engarrafamento ficam no meio do tiroteio.

Os bandidos fugiram com a carga. Homens do 15º BPM (Caxias), do 24º BPM (Queimados), do 39º BPM (Belford Roxo) e do BPRV, apoiados pelo helicóptero da PRF e um outro do Grupamento Aeromóvel, começaram, então, uma busca para prender o bando e recuperar o material levado. A pista ficou fechada por cerca de três horas.

Carro usado por vigia, que morreu com tiro no rosto
 Foto: Cléber Júnior / Agência O Globo