RADIO WEB JUAZEIRO : JAPÃO QUER QUE EMPREGADOS SAIAM MAIS CEDO PARA SE DIVERTIR

PARA VOTAR NA RADIO, CLIQUE AQUI

.

.

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

JAPÃO QUER QUE EMPREGADOS SAIAM MAIS CEDO PARA SE DIVERTIR

Objetivo das autoridades é estimular o consumo e reduzir os altos índices de suicídio associados a pressões no trabalho

Por Daniela Macedo

Happy Hour no Japão (iStock/Getty Images)

Autoridades do Japão criaram uma campanha para estimular as empresas a liberarem seus funcionários mais cedo na última sexta-feira de cada mês. Nas Sextas-Feiras Premium, os japoneses poderão deixar o escritório às 15h para fazer compras, beber com os amigos ou passear com a família.

Em uma cultura marcada pela dedicação ao trabalho, a tarde livre deve representar uma mudança de comportamento – e nos gastos dos japoneses, assim espera o governo da terceira maior economia do planeta. O objetivo da proposta é justamente estimular o consumo para impulsionar a economia japonesa.


A campanha também visa reduzir os altos índices de suicídio e morte relacionadas ao estresse profissional. Cerca de 2.000 pessoas se suicidam anualmente no país em função de problemas na carreira, de acordo com o governo japonês, enquanto muitas outras mortes por infarto, derrame e outras causas também estão associadas ao excesso de trabalho.

Os japoneses associam o tempo que passam dentro da empresa ao sucesso profissional. Muitos jovens trabalhadores permanecem no escritório até tarde seguindo a tradição de nunca sair antes de seus superiores, e a Sexta-Feira Premium pretende mudar esse estilo de vida.


O Ministério da Economia japonês informou que pelo menos 130 empresas confirmaram a participação nesta primeira Sexta-Feira Premium, entre elas as gigantes Honda, Mitsubishi e Suntory.

Para dar o exemplo, o primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, afirmou que pretende usar a tarde livre da Sexta-Feira Premium para meditar em um templo antes de assistir a um concerto.