RADIO WEB JUAZEIRO : POLÍCIA FEDERAL PRENDE MAIS UM ELEMENTO

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2017

POLÍCIA FEDERAL PRENDE MAIS UM ELEMENTO

Procurado pela Interpol, subsecretário de Cabral é preso no Rio

Publicitário Francisco de Assis Neto era o único alvo da Operação Eficiência que ainda não havia sido preso

Movimentação na sede da Polícia Federal, no Rio de Janeiro (RJ), durante a Operação Eficiência, desdobramento da Operação Calicute, deflagrada na manhã desta quinta-feira (26) (Ueslei Marcelino/Reuters)

A Polícia Federal prendeu nesta sexta-feira o ex-subsecretário de Comunicação do governo de Sérgio Cabral (PMDB-RJ), o publicitário Francisco de Assis Neto, conhecido como Kiko, no Aeroporto do Galeão, na Zona Norte do Rio de Janeiro. Ele estava na lista de procurados da Interpol e era um dos alvos da Operação Eficiência, desdobramento da Lava Jato no Rio que tinha como principais alvos o ex-governador do Estado e o empresário Eike Batista — os dois estão presos. 

O publicitário estava de férias nos Estados Unidos com a família e retornou nesta sexta-feira para se entregar às autoridades. A procuradoria suspeita que ele fazia parte do grupo de Cabral que teria lavado pelo 100 milhões de dólares em propinas por meio de contas no exterior. Os investigadores atribuem a ele a movimentação de 7,7 milhões de dólares do esquema.

Kiko era o único investigado da Eficiência que ainda não havia sido preso. Ao todo, o juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal do Rio expediu nove mandados de prisão preventiva, entre eles o de Eike Batista, que também foi incluído na lista da Interpol, mas foi preso na última segunda-feira.

A defesa de Kiko informou que ele veio ao Brasil para “esclarecer tudo o que paira com relação a ele”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário.

ORTHO100

ORTHO100
.