RADIO WEB JUAZEIRO : A ORIGEM DOS ANIMAIS NA TERRA

segunda-feira, 13 de março de 2017

A ORIGEM DOS ANIMAIS NA TERRA

Os olhos, e não as patas, levaram os vertebrados à terra firme

Nova teoria defende que foi a ampliação da visão que levou os peixes a saírem da água, abrindo caminho para o surgimento dos vertebrados terrestres

Ilustração do Tiktaalik, uma das espécies de peixe que pode ter originado os anfíbios (Northwestern University/Divulgação)

Uma nova teoria propõe que o aumento no tamanho dos olhos dos peixes, e não dos membros, pode ter levado esses animais a sair das águas e adentrar a superfície terrestre, originando posteriormente os tetrápodes – vertebrados terrestres de quatro membros – há 385 milhões de anos. Atualmente, a teoria mais aceita para a evolução da espécie é que o desenvolvimento das nadadeiras em pernas os havia possibilitado sair das águas, ocasionando o surgimento desses vertebrados.

O recente estudo, que saiu nesta terça-feira, na publicação oficial da Academia Nacional de Ciências dos Estados Unidos (PNAS, na sigla em inglês), rompe com esse conceito. Ele apresenta evidências de que, antes dos membros dessas espécies crescerem, os seus olhos triplicaram de tamanho. Os pesquisadores americanos acreditam que, com uma visão ampliada, os animais puderam enxergar melhores presas fora d’água, o que as levou a rápidas visitas ao solo. Ao sair do meio aquático para se alimentar, elas teriam desenvolvido patas para se locomover melhor em terra firme e originado os anfíbios, répteis e mamíferos.

Malcolm MacIver, neurocientista e engenheiro da Universidade Northwestern, nos Estados Unidos, e um dos responsáveis pelo estudo, afirmou que encontrou evidências de que os primeiros tetrápodes tinham olhos bem maiores de que seus ancestrais aquáticos. “Achávamos que eles ficaram mais largos conforme estavam em terra, mas descobrimos que isso aconteceu antes de saírem das águas”, disse em comunicado.

Como os olhos não viram fósseis, as medições foram feitas com base nas órbitas dos crânios. Ao analisar os dados, os pesquisadores concluíram que a visão desses animais triplicou de tamanho antes deles invadirem a superfície. Isso os levou a enxergar muito melhor e conseguir identificar coisas mais distantes, avistando presas na terra. Como os invertebrados vieram à terra firme 50 milhões de anos antes, ela estava cheia de artrópodes, como escorpiões e centopeias, um prato cheio para os peixes.

“Todas as simulações mostraram que esses animais estavam olhando para o ar, mas todo o material paleontológico mostra que eles ainda estavam na água. Então nos perguntamos, como isso poderia acontecer? A resposta é que eles poderiam estar caçando como os crocodilos”, explica MacIver. Os cientistas acreditam que aqueles que conseguiam enxergar mais longe e encontrar as melhores presas foram selecionados, segundo a teoria da evolução, e que as patas vieram depois, conforme a necessidade de andar pela superfície.

Peixes sarcopterígios

Os sarcopterígios, que podem ter originado os vertebrados terrestres, tinham tanto as características de um peixe – como escamas e barbatanas –, quanto as de animais não aquáticos – como cabeça achatada e indícios de pescoço, ombros, cotovelos e pulsos. Eles viveram entre 416 milhões e 359 milhões de anos atrás, época em que surgiram os primeiros tubarões. As espécies dessa classe habitavam águas rasas e com pouco oxigênio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário.

ORTHO100

ORTHO100
.