RADIO WEB JUAZEIRO : ASSASSINO DE ALUGUEL É EXECUTADO COM INJEÇÃO LETAL

quarta-feira, 8 de março de 2017

ASSASSINO DE ALUGUEL É EXECUTADO COM INJEÇÃO LETAL

Réu é executado no Texas por matar uma mulher por US$ 2 mil

Rolando Ruiz foi declarado morto às 23h06 (20h06 de Brasília) após receber uma injeção letal na prisão de Huntsville.

Por Agencia EFE

Rolando Ruiz foi declarado morto às 23h06 (hora local) após receber uma injeção letal na prisão de Huntsville 
(Foto: Texas Department of Criminal Justice via AP)

O estado do Texas (Estados Unidos) executou na terça-feira (7) um réu latino-americano, Rolando Ruiz, que foi condenado à pena de morte por assassinar uma mulher em 1992 em troca de US$ 2 mil (R$ 6,2 mil), pagos pelo marido da vítima.

Ruiz, de 44 anos, foi declarado morto às 23h06 (20h06 de Brasília) após receber uma injeção letal na prisão de Huntsville, segundo notificou o Departamento de Justiça Criminal do Texas.

Suas últimas palavras foram: "Queria dizer, primeiramente para a família Sánchez (da vítima), o quanto sinto. As palavras não expressam o quanto lamento a dor que eu causei a vocês. A minha família, obrigado por seu amor e seu apoio. Estou em paz".

Os juízes do Supremo Tribunal rejeitaram minutos antes da execução um recurso dos advogados de Ruiz que argumentavam que os 22 anos que seu cliente tinha passado no corredor da morte já foram suficiente, mas a discussão atrasou o resultado por mais de cinco horas.

Theresa Rodriguez foi assassinada depois que seu marido, Michael Rodríguez, decidiu se livrar dela para cobrar os US$ 250 mil do seguro de vida e contratou Ruiz para matar sua esposa.

Rodriguez, em cumplicidade com seu irmão Mark, entraram em contato com Ruiz, que na época tinha 20 anos, e lhe ofereceram US$ 2 mil para cometer o crime.

O assassinato ocorreu no dia 14 de julho de 1992, em San Antonio (Texas). Na ocasião, Ruiz abordou o veículo onde estavam Theresa e os dois irmãos Rodriguez, com a desculpa de pedir uma informação, mas o que perguntou na realidade foi: "O que faço?".

Um dos homens respondeu afirmativamente e em seguida Ruiz matou a vítima com um tiro e e fugiu em um outro veículo.

A polícia prendeu Ruiz nove dias depois do assassinato após receber uma pista. A empresa onde trabalhava a vítima, a seguradora USAA, tinha oferecido US$ 50 mil para quem ajudassem a identificar o responsável.

Após sua prisão, Rolando Ruiz acusou os irmãos Rodriguez, que foram declarados culpados e condenados a prisão perpétua após conseguir um acordo com os promotores, enquanto Ruiz recebeu a pena de morte.

No entanto Michael também terminou no corredor da morte após participar da famosa fuga dos "7 do Texas", em 2000, que concluiu com a prisão e seus seis integrantes - o sétimo se suicidou - após assassinar um policial em Dallas.

Michael foi executado em 2008, enquanto seu irmão Mark saiu em liberdade condicional em 2011, após passar quase 20 anos na prisão.

Ruiz se tornou assim no quinto preso executado neste ano nos Estados Unidos. O estado do Texas deve executar outro réu na próxima terça-feira, James Bigby, por assassinar quatro pessoas em 1987, entre elas um bebê de apenas 17 semanas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário.

ORTHO100

ORTHO100
.