RADIO WEB JUAZEIRO : "ESSE PROJETO DESGRAÇA COM O TRABALHADOR" - GONZAGA PATRIOTA

PARA VOTAR NA RADIO, CLIQUE AQUI

.

.

VOCE ACHA QUE TEMER VAI

quarta-feira, 29 de março de 2017

"ESSE PROJETO DESGRAÇA COM O TRABALHADOR" - GONZAGA PATRIOTA

Gonzaga Patriota dispara contra o projeto da terceirização: “Esse projeto desgraça com o trabalhador”

por Simone Marques 

O Deputado Federal Gonzaga Patriota (PSB) se posicionou contra a prerrogativa do foro privilegiado. 

No limite, o foro privilegiado contraria a Constituição Federal e colide com o princípio republicano mais elementar.

A Constituição de 1988 abre o capítulo “Dos Direitos e Garantias Fundamentais” com o enunciado do Art. 5º, segundo o qual “Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza…”, e o princípio básico da República apregoa que “a lei é para todos”.

O Deputado fez um alerta para que a sociedade olhe com bons olhos o que os seus representantes estão fazendo para não prejudicar o país."A gente está discutindo o problema do foro privilegiado, se todos são iguais perante a lei a gente não pode aceitar. Nós não podemos aceitar essa discriminação".

Sobre a Reforma da Previdência, Gonzaga tem dito desde o inicio que tudo tem que ser reformado, tudo tem que ser feito na hora certa e a Previdência vai completar cem anos mas nunca foi reformada, e só agora não se pode aceitar uma proposta de uma emenda na constituição para reformar uma lei de quase cem anos de uma vez só em todos os sentidos."A media de vida do brasileiro cresceu, quando foi feita a constituição era de 40 anos, agora já são quase 80.Mas a gente não pode igualar um trabalhador rural a um trabalhador urbano, a um professor, um policial. Então essa reforma é muito ruim e eu declarei logo quando ela foi apresentada que meu voto é contra, meu partido tem 36 deputados e tinha 3 ou 4 contra e hoje já temos mais da metade contra a proposta e eu acredito que ela não passa de maneira alguma porque a gente não vai permitir que isso aconteça por entender que isso desmantela ainda esse país que já está desmantelado"

Questionado se o Deputado e o seu partido PSB concordam com o projeto da terceirização, Patriota foi taxativo. "Absolutamente contrário, nós votamos na terceirização em 2015 ao projeto que está no senado, a proposta era só meio, agora essa nova proposta é meio e fim e isso desgraça com o trabalhador brasileiro, somos totalmente contrários. Estamos agora fazendo um apelo já que ela foi aprovada para que senado aprove aquele que aprovamos lá em 2015, e mande para a Presidência da República sem alterações porque se alterar vai ter que voltar para a Câmara dos Deputados para ver se o Presidente sanciona a de 2015, e não essa de 2017", explicou.