PARA VOTAR NA RADIO, CLIQUE AQUI

.

.

quarta-feira, 1 de março de 2017

PETROLINA TEM ABATEDOURO CLANDESTINO

Abatedouro clandestino é fechado em Petrolina; 69 animais e 85 Kg de carne foram aprendidos

 Nossa Voz 


Na última sexta-feira (24), após denúncias da população em relação a um abatedouro clandestino, a Agência Municipal de Vigilância Sanitária (AMVS), em conjunto com a Guarda Municipal de Petrolina, realizou uma ação de fiscalização em uma residência no bairro Alto do Cocar II, zona oeste da cidade. A ação contou ainda com o apoio da Polícia Militar e do Centro de Controle de Zoonoses.

Foram recolhidos 69 animais, presos em dois currais no quintal da residência, e apreendidos, em média, 85 quilos de carne já abatida.

Segundo o diretor-presidente da Vigilância Sanitária, Anderson Miranda, o local não tinha nenhuma condição sanitária para abater animais. “O abate clandestino, além de não respeitar as mínimas condições higiênico-sanitária, causa sofrimento aos animais. A Agência vem cumprindo seu papel de fiscalizar, tendo como objetivo garantir que o consumidor adquira produtos dentro das normas de segurança alimentar e que não coloque em risco a saúde do consumidor”, frisou.
Já o comandante da Guarda Municipal, inspetor Luiz Diniz, ressaltou a importância do trabalho em conjunto. “Estivemos presentes garantindo a segurança e o cumprimento da interdição do local. Nossa equipe está atenta a todas as demandas da comunidade, provando mais uma vez que a nossa atuação não se resume somente a guarda do patrimônio público e sim a um trabalho integrado de segurança pública”, concluiu. 

Segundo a Secretaria de Desenvolvimento Agrário, a previsão é de que em junho o matadouro de Petrolina seja reaberto, em melhores condições e seguindo a legislação sanitária vigente. No entanto, uma parceria com o setor privado também está sendo analisada para a construção de um novo matadouro.