RADIO WEB JUAZEIRO : O REENCONTRO

PARA VOTAR NA RADIO, CLIQUE AQUI

sexta-feira, 14 de abril de 2017

O REENCONTRO

Grande reencontro da turma de 1987 do 72BIMTZ


Quem é voluntário em servi o Exercito Brasileiro? Talvez seja uma pergunta simples e apareçam apenas algumas pessoas se voluntariando para o ofício. Mas, no tempo em que prestei o serviço militar era uma disputa acirrada em busca de uma vaga. Naquela época colocar no corpo uma indumentária com as cores representativas do nosso exército e andar pela cidade era sinônimo de orgulho e tremenda satisfação. Não sei hoje como estão os brios de nossos jovens em relação às nossas forças armadas.

Aquele tempo à gente nunca esquece, pode passar anos e anos, todavia, as lembranças continuam vivas em nossa mente. Todos nós, aqueles que eram selecionados, entravam com um desejo ardente de portar um fuzil. Contudo, no início vêm os espinhos: As ordens dos superiores hierárquicos, a disciplina, ordens unidas todos os dias, desfilar obedecendo ao toque das cornetas, fardamento alinhado e impecável, cabelo cortado de acordo com o padrão, faxina do alojamento e adjacência do quartel, instruções, andar em fila, e horário pra tudo. Ali aprendemos a importância do tempo e percebemos quão importante são os minutos, os segundos e as horas. É um aprendizado que cada pessoa leva para a posteridade e coloca em prática em sua vida particular. Os princípios da ética e da moral é uma lição de vida, uma experiência marcante. As canções militares que objetivava provocar em nós autoestima, entusiasmo, alegria e honra em servi à pátria amada, são inesquecíveis. Poderia acrescentar muitas coisas do nosso dia adia do quartel, porém, a margem é pequena. No desfile do dia 07 de setembro a gente rachava o chão com tamanha vibração. Cada soldado e comandante fazia o seu melhor.

Os acampamentos, pista de rastejo, sobrevivência na caatinga, adversidade à noite, estande de tiro, construções de tocas (buraco para esconderijo), treinamento na água, armadilhas, granadas de luz, transformando as trevas da noite em luz do dia, a importância dos cactos, elementos de sobrevivência em período de seca e escassez de água, e, além de disso, receber orientações como se portar frente a frente com o fogo inimigo marcou nossas vidas como infantes. 

Entretanto, nem tudo era um mar de dificuldades. A turma também se divertia muito com as coisas engraçadas que acontecia no período da caserna. As “bisonhadas dos colegas”, termo militar que significa erros, falhas no cumprimento do dever e da missão. Sujeito que sempre está alheio a tudo o que acontece e ignorante a todas as atividades desenvolvidas. Algumas figuras carimbadas jamais esqueceremos, são os chamados “raros”, militar que sempre está aprontando alguma, alvo constante de punição e férrea disciplina. Alguns nomes: Holanda, Valério, Cleoberlito, Guerra, Gilberto, Feitosa, Bernardo, Moura, Libano (Esse ficou raro já no final) etc. Servi na primeira companhia no 72BIMTZ de 1987, dizem que era a mais indisciplinada do batalhão. Poderia ser escolhida para desfilar com o uniforme novo da caatinga em Brasília daquele mesmo ano, mas por conta da indisciplina, deixou de ir e, em seu lugar, foi à companhia de apoio, comandada pelo capitão Zairo.

Agora imaginem essas pessoas se encontrarem, após 30 anos de separações. Há muita coisa pra recordar, fatos alegres e tristes. Histórias de sucessos e fracassos também. O mais importante não é a realização pessoal de cada um, mas poder está presente com vida e dá aquele forte abraço naqueles que um dia comungaram dos mesmos ideais do tempo da caserna. É exatamente isso que está sendo programado. Alguém teve essa brilhante ideia, ganhou corpo, forma e, esse encontro está previsto para os dias 29, 30 de abril e 1º de maio do ano em curso de 2017. Estarão presentes oficias da reserva, infantes que ainda estão em plena atividade, vários combatentes que serviram no período de 1987 e também em outros anos e quiseram abrilhantar esse evento conosco, bem como, familiares e amigos. Virão guerreiros de São Paulo, Recife, Salvador, Curitiba, Vitória (do Espírito Santo), Goiânia, e, de outras cidades. Será lindo, prazeroso, divertido e inesquecível. Mais informações: Alírio (zap 8798841-6676) e Gildo (8798813-4697).


Antonio Damião Oliveira da Silva (damis.oliver@hotmail.com)
Graduado em Matemática pela FFPP
Guarda Municipal Petrolina/PE
Serviu no 72BIMTZ em 1987 na 1ªCIA de FZO

3 comentários:

  1. Eu : SD Américo , sinto-me muito orgulhoso em ter servido neste quartel 72bimtz .Na turma de 1989 na 1cia de fuzileiros , agradeço a todos os comandantes e sagentos e cabos . Por ter me ensinado a ser o que sou hoje . Meu muito obrigado a todos . Fica meu grande abraço , e estou retornando neste encontro para rever , meus companheiros de 1989 e os demais .

    ResponderExcluir
  2. Brasil !! Sertão !!....É com enorme prazer que também irei participar desse encontro, o primeiro de muitos, espero.
    Servi na 1a. Cia Fzo no ano de 1987.
    Hoje, transcorridos 30 anos, ainda trago comigo os grandes ensinamentos recebidos no 72° BIMtz.
    A disciplina, a lealdade, o respeito é o amor à nossa pátria nos faz homens diferentes.
    Mesmo hoje, residindo distante da nossa unidade e da maioria dos nossos irmãos infantes, nos sentimos a cada dia como se nunca tivéssemos deixado de ser parte desse corpo maior, o Exército Brasileiro.....Viva a infantaria, das armas a rainha, viva a amizade, viva os infantes veteranos do nosso querido 72° BIMtz, a casa do combatente de Caatinga......Cb 317 Alonso

    ResponderExcluir
  3. Bom dia! Durante minha vida de caserna pude observar a verdadeira intencao de se formar em uma juventude a capacidade de construir um pais onde fossemos todos unicos. Servi no 72 BI, por 3 anos. Nesta unidade convivi ha epoca com jovens que tinham um espirito de verdadeiros guerreiros que estavam dispostos a lutar pela patria. Passaram-se 30 anos e parece que nao se passou. Conyinuamos com o mesmo espirito de luta, respeito e amizade. Faria tudo o que fiz sem tirar nem por. A todos os combatentes do 72 BIMTz, meus sinceros agradecimentos pelos ensinamentos obtidos de 85 a 87. Brasil, Sertao!

    ResponderExcluir

Obrigado por seu comentário.