RADIO WEB JUAZEIRO : CASO BEATRIZ MOTA - DR. GEORGE SANGUINETTI VOLTA A COMENTAR SOBRE OCASO

domingo, 7 de maio de 2017

CASO BEATRIZ MOTA - DR. GEORGE SANGUINETTI VOLTA A COMENTAR SOBRE OCASO

Resultado de imagem para george sanguinetti

Ficção e realidade nas investigações para esclarecer o homicídio da menor Beatriz, em Petrolina, Pernambuco. Um ano e cinco meses, completou o inquérito policial sem encontrar motivação e autoria.Um ano e cinco meses de impunidade. Uma investigação policial niilista.

" As convicções são inimigas mais perigosas da verdade do que as mentiras". ( Friedrich Nietzsche)

"Não há nada em que paire tanta sedução e maldição como num segredo." (Soren Kierkegaard)


Este prelúdio filosófico, para tecer considerações, do sentimento de desânimo com o que foi divulgado até agora. Há dois meses, festivamente a polícia concedeu coletiva, que o caso estava esclarecido, que havia filmagem de suspeito e que a polícia já sabia quem matou Beatriz. Foi dito que as imagens mostravam o suspeito, minutos antes, frente ao Colégio colocando " uma faca entre as pernas ",com a qual mataria Beatriz. Tenha paciência, alguém pretende ingressar num Colégio para cometer um crime e fica de modo visível, arrumando, colocando uma faca, a mostra, e entre as pernas. Risível, se não fosse a tragédia de autoria não conhecida.E a polícia, conforme a imprensa, sabia quem foi o autor. E as provas técnicas, o nexo de causalidade que não foi estabelecido? A identidade do criminoso? A Justiça não aceita autoria de imagem. Aumenta-se o prêmio por informação; para que? Se a polícia declarou que já tinha esclarecido o crime, que sabia quem matou Beatriz.
Um ano e cinco meses de busca, múltiplos delegados periodicamente substituídos,retrato falado de possível alienígena, imagens recentes divulgadas, afirmação que já se sabe quem foi o autor-mas não há progresso real. Convicções citadas não levaram a nada. O que envolve o segredo da morte da menor Beatriz?

George Sanguinetti

ORTHO100

ORTHO100
.