RADIO WEB JUAZEIRO : TECNOLOGIA

sexta-feira, 19 de maio de 2017

TECNOLOGIA

Empresa mostra como será a recarga de carros elétricos em movimento

Teste da Qualcomm usou 2 veículos Kangoo da Renault num trecho de 100 metros construído na França.

Por Reuters
Qualcomm testa recarga sem fio de carros elétricos na França
 (Foto: Divulgação)

A empresa de tecnologia Qualcomm mostrou como veículos elétricos podem ser carregados sem fio mesmo em movimento, uma tecnologia que alguns acreditam ajudar a acelerar a adoção de carros sem motor a combustão e sem motorista.

A fabricante de chips para smartphones disse que um teste de "carregamento dinâmico" ocorreu em uma pista de testes em Versalhes, na França.

O teste usou dois veículos Kangoo da Renault num trecho de 100 metros construído especialmente para transferir carga às baterias dos carros de até 20 quilowatts em velocidade de até 100 km/h.

Veja como é a montagem de um trecho de rua que recarrega carros elétricos sem fio

A energia é transmitida pelo ar, entre a pista especial e assoalho dos veículos, que também foram equipados com um receptor para converter a energia.

Segundo a empresa, a tecnologia suporta diversos níveis de transferência de energia e também diferentes tipos de veículos, desde esportivos, que estão mais perto do chão, até SUVs, que ficam mais altos.

A novidade ainda não vem de fábrica em nenhum veículo elétrico, mas a Qualcomm acredita que pedidos devem ocorrer em breve e que carros "verdes" podem ter recarregamento sem fio em 2 ou 3 anos.
Carros são recarregados sem fio até 100 km/h (Foto: Divulgação)

Especialistas acreditam que carros autônomos no futuro serão elétricos e exigirão abastecimento sem intervenção humana.

O carregamento sem fio é uma importante área de pesquisa das fabricantes de automóveis, seus fornecedores e startups como xChargepoint, WiTricity e HEVO Power.

A Qualcomm, que fornece chips para fabricantes de telefones Android e Apple, está no caminho para se tornar o principal fornecedor do crescente mercado de chips automotivos, devido à aquisição da NXP Semiconductors.

O abastecimento de veículos elétricos é uma área em que a Qualcomm pode crescer, enquanto se esforça para reduzir sua dependência de um mercado de smartphones estagnado.
Empresa acredita que tecnologia estará disponível em 2 ou 3 anos
 (Foto: Divulgação)

ORTHO100

ORTHO100
.