RADIO WEB JUAZEIRO : ACM NETO ELEVA O TOM AO FALAR DO GOVERNO RUI COSTA

quarta-feira, 21 de junho de 2017

ACM NETO ELEVA O TOM AO FALAR DO GOVERNO RUI COSTA

Neto dispara contra Rui sobre integração: faça menos discurso e trabalhe mais

Por Guilherme Reis e Aparecido Silva


O prefeito ACM Neto elevou o tom ao falar do impasse entre prefeitura de Salvador e governo do estado no debate sobre a integração do sistema de transporte de ônibus com o metrô. Na última semana, o governador Rui Costa (PT) anunciou que vai licitar um transporte complementar por ônibus independente do existente atualmente.

O gestor da capital baiana voltou a dizer que discorda da medida adotada pelo governador. "Eu tenho certeza que o metrô hoje só existe por causa da minha decisão, que foi tomada no início da gestão e da participação da prefeitura. Se não, não existiria metrô. Eu sou a favor de uma integração diferente da do governador. O governador quer fazer as pessoas andarem em um número maior de ônibus para poderem também andar de metrô. Eu defendo que a pessoa que tenha um cartão possa andar ao mesmo tempo de ônibus de metrô com um único cartão pagando uma única passagem. Essa é a integração de verdade. A integração plena, que vai atender à necessidade da cidade", disse o prefeito durante assinatura de ordem de serviço para construção de uma contenção de encosta no bairro de Sete de Abril.

"É o que eu defendo. O governador defende outro modelo, que dificulta a vida do cidadão e faz com que ele tenha de pegar um número maior de transportes ao longo do dia. Isso faz com que ele gaste mais tempo para sair de casa e chegar ao trabalho. Essa é a diferença", explicou.

Para firmar o acordo para a integração, o prefeito diz que falta a vontade do governo do estado. "O Ministério Público mediou, inclusive, uma reunião, a prefeitura concordou com os termos solicitados e sugeridos pelo MP, agora só falta a vontade do governo do estado. Eu sugiro que o governador faça menos discurso político e trabalhe mais para que a integração possa acontecer", disparou.

ORTHO100

ORTHO100
.