RADIO WEB JUAZEIRO : MULHER DE JOÃO GILBERTO FALA DO EPISÓDIO EM QUE BOMBEIROS INVADIRAM SEU APARTAMENTO

quinta-feira, 29 de junho de 2017

MULHER DE JOÃO GILBERTO FALA DO EPISÓDIO EM QUE BOMBEIROS INVADIRAM SEU APARTAMENTO

Mulher de João Gilberto fala sobre suposta briga com a família do cantor: ‘Não gosto de baixaria’
Resultado de imagem para Claudia Faissol
João Gilberto e sua companheira Claudia Faissol

POR O GLOBO

 O "Programa Amaury Jr." desta quarta-feira, dia 28, exibiu uma entrevista com Claudia Faissol, atual companheira de João Gilberto. Na conversa, que foi ao ar à 0h30, na RedeTV!, a empresária fala sobre o recente episódio em que bombeiros invadiram o apartamento do compositor e nega ter problemas de relacionamento com os filhos do músico.

“A Bebel (Gilberto, filha do compositor) tem um pouquinho de ciúme eu acho, mas eu nem sei, sempre falei pro João que não gosto de briga, não gosto de baixaria, e cada vez que vejo alguém gritando, acusando, saio de perto, porque não é meu nível”, afirma.

Claudia também se defende das acusações de que teria tentado sequestrar o músico para levá-lo a Nova York, onde receberia o prêmio 'Doutor em Música' na Universidade de Columbia. “Achei que ele pudesse estar passando mal, porque era hora dele ir ao médico e pegar o avião. Ele tomou um remédio que deu um sono louco, mas aí enfim, os filhos acharam que ele não deveria pegar o avião, mas não tem nada disso! Ele está ótimo, o médico falou que o exame dele está melhor do que de muita gente”.

A empresária ainda diz que falta reconhecimento a João Gilberto no país. “Ele ganhou em caráter super excepcional um prêmio de doutor numa das cinco mais importantes universidades do mundo. Isso foi uma felicidade para ele, porque aqui ele não é tratado de uma maneira coerente”, diz

E completa: “A gente está num deserto de tal tamanho que nosso ícone, o cara que mais projetou nossa música na história, não foi acolhido pelo país, e isso é grave!”.

Claudia Faissol também afirma que estão adulterando as composições do mestre da bossa-nova e conta que já tentou obter apoio da Justiça para resolver a questão. “Ele teve os principais registros de composições dele adulterados, os discos que levaram o português do Brasil para o mundo, que são 'Chega de saudade', 'O amor, o sorriso e a flor' e 'João Gilberto'. Foram adulterados, esses discos não poderiam estar no mercado. Eu já denunciei na Procuradoria da República, no Ministério, na Presidência, já denunciei em todos os lugares e ninguém fez nada”.

Questionada por Amaury Jr. sobre as alterações na obra do compositor, ela explica: “Eles foram mixados, música com música. Foi uma coisa absurda, porque não tinha autorização de passar para CD e passou para CD. O negócio é assustador, como que a Cultura brasileira deixou isso passar durante 10 anos? (…) Isso é tão grave quanto se, vamos dizer assim, na França alguém botasse um bigode na Mona Lisa” .

Ao final da entrevista, a empresária diz que está produzindo registros das canções de João Gilberto “para as futuras gerações” e que o músico está em “franca produção”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário.

ORTHO100

ORTHO100
.