RADIO WEB JUAZEIRO : ARTICULAÇÕES INICIAIS

quinta-feira, 6 de julho de 2017

ARTICULAÇÕES INICIAIS

PR jura 'compromisso' com Rui, mas não descarta conversas com outras siglas para 2018

por Bruno Luiz
Foto: Wilson Dias/ Agência Brasil


Atualmente na base do governador Rui Costa (PT), o PR ainda não tem certeza de que continuará marchando ao lado do petista nas eleições do próximo ano. De acordo com o presidente estadual da sigla, deputado federal José Carlos Araújo, o compromisso atual do partido é com o governador, mas a possibilidade de conversar com outros grupos políticos não está descartada. “A arte da política é conversar. Conversar não tira pedaço. É provável que a gente continue com Rui, mas tem muita coisa embaixo da ponte. Não sei o que pode acontecer daqui pra lá”, afirmou Araújo, em entrevista ao Bahia Notícias. 

Recentemente, começaram a circular rumores na imprensa de que o PR estaria se afastando da órbita do governador, ao iniciar, por exemplo, tratativas para trazer à sigla o atual prefeito de Feira de Santana, Zé Ronaldo, atualmente no DEM, partido do prefeito de Salvador, ACM Neto, principal adversário político de Rui. O ingresso de Ronaldo no ninho republicano assinalaria a saída do PR da base e uma aproximação da sigla com o grupo do mandatário soteropolitano, com vistas a uma possível aliança para 2018. A possível negociação com o prefeito de Feira foi descartada por Araújo. Entretanto, o apetite do PR deve ser decisivo para o futuro da agremiação. Caso cresça e ganhe musculatura, o partido pretende alçar “voos maiores” no ano que vem. Este voo vislumbra, inclusive, uma possível vaga na majoritária de 2018. “Há possibilidade de o PR crescer, de o partido ficar mais competitivo. Crescendo, o partido almeja voos maiores”, sinalizou. O deputado também não demonstrou receio de entrar em uma “bola dividida”. Nos bastidores, os rumores que circulam é de quase certeza que a chapa majoritária será formada por PT, PSD e PP. Para Araújo, entretanto, o PR pode entrar na disputa caso ganhe força politicamente. “Não acho que tenha nada de carta marcada”, refutou.

ORTHO100

ORTHO100
.