RADIO WEB JUAZEIRO : COMEÇA HOJE A VENDA DE MACONHA PARA USO RECREATIVO NO URUGUAI

quarta-feira, 19 de julho de 2017

COMEÇA HOJE A VENDA DE MACONHA PARA USO RECREATIVO NO URUGUAI

País sul-americano se torna o primeiro do mundo a distribuir a substância legalmente por meio de rede autorizada.

Por G1


Juan Zas exibe dois pacotes de maconha legal comprados em uma farmácia do centro de Montevidéu, no Uruguai. A maconha está sendo vendida em 16 farmácias do país, o último passo na aplicação de uma lei de 2013 que fez o Uruguai legalizar o mercado de maconha cobrindo toda a cadeia de produção, da plantação à venda (Foto: Matilde Campodonico/AP)

A venda de maconha para uso recreativo em um grupo de farmácias no Uruguai começa nesta quarta-feira (19). Com isso, país sul-americano se torna o primeiro do mundo a distribuir a substância legalmente por meio de rede autorizada.

A comercialização começa após 1307 dias da promulgação da lei, apresentada e aprovada durante o mandato do ex-presidente de esquerda José Mujica (2010-2015) como estratégia de luta contra o narcotráfico.

Dezesseis farmácias aderiram ao sistema e cumprem todos os requisitos exigidos pelo Instituto de Regulação e Controle da Cannabis (IRCCA), segundo a France Presse. O cronograma para a venda de maconha ao público em farmácias foi o ponto mais conflitivo e complexo da lei.

A nova legislação habilita três vias para ter acesso à cannabis: cultivo em lares, cultivo cooperativo em clubes e venda em farmácias de maconha produzida por empresas privadas controladas pelo Estado, segundo a France Presse.
Porção de maconha é vista através de lupa em imagem de arquivo, de julho de 2016 (Foto: Matilde Campodonico/ AP)

O IRCCA contabiliza, desde que se iniciou o processo de inscrição em 2 de maio, cerca de 4.700 pessoas registradas para comprar maconha. A população do Uruguai é de 3,4 milhões de habitantes.

A venda acontece em 11 departamentos, porém mais de meio milhão de pessoas moram nos oito departamentos em que, em princípio, não tem um ponto que possa vender maconha, segundo o jornal “El País”.

Os farmacêuticos estão céticos em relação à rentabilidade do negócio. Cada farmácia pode obter até dois quilos de maconha ao mês, sem importar qual das variantes disponíveis. Cada consumidor inscrito tem direito a comprar 40 gramas mensais, a US$ 1,30 a grama.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário.

ORTHO100

ORTHO100
.