RADIO WEB JUAZEIRO : NOTA DA FRENTE BRASIL POPULAR

quarta-feira, 5 de julho de 2017

NOTA DA FRENTE BRASIL POPULAR


Na última sexta-feira, 30 de junho, o Brasil viveu mais um grande dia de paralisações e greves. Assim como em 28 de abril, quando 35 milhões de trabalhadores e trabalhadoras cruzaram os braços, nesta sexta outros tantos milhões se mobilizaram por direitos e pela democracia.

As duas datas marcaram a resistência do povo brasileiro contra os ataques do governo Temer aos direitos da classe trabalhadora. A tão falada “reforma” pode acabar, por exemplo, com o direito às férias, aposentadoria, entre tantos outros.

As manifestações pediram por democracia, “Fora Temer” e por eleições diretas já. O presidente, que além golpista encontra-se envolvido em diversos escândalos de corrupção e tem menos de 5% de aprovação da população, recentemente foi denunciado pelo Ministério Público Federal.

O fato é que há pouco mais de 1 ano o Brasil sofreu um golpe de estado que derrubou a presidenta Dilma, sem que ela tenha cometido um crime sequer. Desde então, o governo federal está ocupado por uma quadrilha que já foi comprovadamente flagrada em áudios e vídeos em vários crimes.

Na resistência a esta situação absurda, Petrolina segue a direção da Nação, pois grande parte da população local rejeita Michel Temer, Eduardo Cunha, Aécio Neves e vários outros nomes deste governo, inclusive nomes petrolinenses que causam decepção em nosso povo. É o caso do Senador Fernando Bezerra Coelho e do seu filho ministro, Fernando Bezerra Coelho Filho. Os dois dão sustentação ao falido governo Temer e permanecem no governo mesmo após inúmeros escândalos de corrupção.

A Frente Brasil Popular (FBP) em Petrolina realizou, na última sexta-feira, junto a milhares de pessoas, um lindo ato pelas ruas da cidade, com início na praça do Bambuzinho até a sede do INSS. Ao final da passeata, parte dos manifestantes se dirigiu à Câmara dos Vereadores, em protesto contra os rumos da política nacional e seus apoiadores locais. Infelizmente, a presidência da casa não possibilitou o registro da posição dos manifestantes na tribuna. Mais do que isso, resolveu encerrar a audiência pública sobre o Rio São Francisco, na tentativa de culpabilizar os homens e mulheres que ali estavam em um dia de greve geral lutando em defesa dos direitos do povo brasileiro e a favor da democracia.

A FBP repudia qualquer postura que tente calar a voz da população, principalmente neste momento de crise e falência de um governo corrupto que dia após dia atua brutalmente através de ações e projetos que ferem e visam eliminar direitos constitucionais conquistados pelo povo brasileiro em décadas de luta.

Esperamos que haja posturas mais abertas ao diálogo nas próximas situações, pois sempre foi e continuará sendo pauta dos movimentos sociais da região a defesa do Rio São Francisco, assim como a luta por direitos, contra o fim da aposentadoria, contra o fim dos direitos trabalhistas e o retorno da democracia com a realização de eleições diretas o mais rápido possível.

Este é o único caminho viável. Fora da legitimidade continuaremos em crise, como um barco à deriva. E é assim que o Brasil continuará rumando enquanto estiver sendo comandando por Michel Temer, Eduardo Cunha e seus ministros e amigos inimigos da democracia.


Petrolina, 3 de julho de 2017
Frente Brasil Popular - Petrolina

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário.

ORTHO100

ORTHO100
.