RADIO WEB JUAZEIRO : REPERCUTE EM TODO O PAÍS A AGRESSÃO SOFRIDA PELA PROFESSORA

quinta-feira, 24 de agosto de 2017

REPERCUTE EM TODO O PAÍS A AGRESSÃO SOFRIDA PELA PROFESSORA

Adolescente depõe sobre agressão a professora em SC; ele disse que ficou 'muito nervoso' e perdeu controle

Jovem de 15 anos prestou depoimento na tarde desta quarta-feira (23) em Indaial. Secretaria informou que vai suspendê-lo das aulas.

Por G1 SC

Adolescente que agrediu professora presta depoimento em Indaial

O adolescente de 15 anos acusado por uma professora de agressão em uma escola municipal, prestou depoimento na tarde desta quarta-feira (23). Segundo o delegado José Klock informou à NSC TV, o jovem disse que ficou "muito nervoso" e perdeu o controle. O caso ocorreu na segunda-feira (21) em Indaial, no Vale.

Ainda faltam os depoimentos da secretária e da diretora da escola, que viram a agressão. O auto de apuração deve ser encaminhado pro Ministério Público na sexta-feira. A promotora adiantou que deve pedir a internação provisória do adolescente.

Professora agredida Santa Catarina (Foto: Reprodução/TV Globo)

"Disse que primeiramente foi ofendido pela professora, a situação foi se agravando, ele perdeu a cabeça e acabou batendo na professora", relatou o delegado responsável pelo caso, José Klock. "Se mostrou arrependido, teria não-feito se tivesse pensado um pouquinho mais. Disse que foi um ato impensado, de pura emoção", continuou o delegado. "Até sexta-feira (25), vamos concluir o inquérito", afirmou.

O jovem tem um histórico de violência. No ano passado, ele teve de prestar serviços à comunidade depois de agredir um colega e bater na própria mãe. A Secretaria Municipal de Educação informou que vai suspender o adolescente das aulas.
Professora detalha agressão de aluno em SC

'Foi um soco violento'

À NSC TV, a professora Marcia Friggi, que dá aulas de português em uma escola municipal de Indaial, no Vale do Itajaí, deu detalhes da agressão sofrida. "Foi um soco violento. Um menino de 15 anos, alto, forte, um homem. Eu sou uma mulher pequena, uma mulher de 1,65 metro", contou (ouça áudio acima).

Marcia registrou boletim de ocorrência na manhã desta segunda-feira contra o aluno. A delegacia vai investigar o caso. O G1 não havia conseguido contato com a família do aluno até a publicação desta notícia.

“Lembro de ter caído contra a parede porque foi violento o soco que ele me deu. Cortou o supercílio, estou com um olho completamente inchado agora, está saindo pus".
Professora relatou agressão em rede social (Foto: Reprodução/Facebook)

Discussão por livro

A agressão ocorreu por volta das 10h20 desta segunda-feira, de acordo com o B.O. A professora disse à polícia que chamou a atenção do aluno por ele estar com o livro debaixo da mesa e, com o objetivo de fazê-lo focar mais na aula, pediu que ele colocasse a publicação em cima da mesa. Em seguida, o estudante ficou alterado e disse para a professora "se f...".

Diante disso, segundo o B.O., ela pediu que o aluno fosse para a sala da direção. Antes de ir, ele jogou o livro em direção a ela, na frente dos demais estudantes. Ao chegar à direção, o adolescente negou o ocorrido, exaltou-se e chamou a professora de mentirosa. Em seguida, deu socos nela, o que causou uma lesão no olho.

“Nunca tinha passado por uma situação semelhante, mas eu posso lhe dizer uma coisa: nós estamos no fundo do poço. Nós já passamos do fundo do poço. A educação já passou faz tempo do fundo do poço. Retrocedeu. Nós não recebemos valorização dos governos, a sociedade nos esqueceu, nós estamos reféns dos alunos e das famílias. Nós somos agredidas verbalmente muito seguidamente, já fui agredida verbalmente, já ouvi colegas sendo agredidos”.

ORTHO100

ORTHO100
.