RADIO WEB JUAZEIRO : SERVIDORES DA SAÚDE ESTÃO INSATISFEITOS COM ADMINISTRAÇÃO MUNICIPAL

sexta-feira, 11 de agosto de 2017

SERVIDORES DA SAÚDE ESTÃO INSATISFEITOS COM ADMINISTRAÇÃO MUNICIPAL

Sindicalista diz que Prefeitura de Juazeiro trata categoria como inimiga da administração

por Mônia Ramos


A relação entre servidores da saúde e administradores públicos de Juazeiro não está boa. A presidente do Sindicato os Trabalhadores da Saúde de Juazeiro (Sintrab/Saúde), Telma Marineide, alega que a categoria é desrespeitada pelo Poder Público Municipal e pede mais atenção da secretária municipal de saúde, Fabíola Ribeiro. 

Segundo ela, leis foram aprovados e não estão sendo cumpridas no município, a exemplo do piso salarial dos agentes de endemias que não está adequado e o fardamento que ainda não foi disponibilizado para os profissionais. “Além de outras situações que vêm causando aflição no servidor”, disse a sindicalista.

Telma alega que há um tratamento desigual entre os servidores, principalmente quanto a carga horária dos profissionais de saúde no município. “A prefeitura está dando explicações que não estão convencendo as categorias. Juazeiro sempre ficando para trás”.

A sindicalista frisa que as capacitações promovidas pela prefeitura servem apenas para 'cumprir tabela'. “Servem somente para conversas paralelas”. E que a gestão não gosta de ser questionada. “O sindicato ainda não recebeu nenhum documento convidando para reunião durante esse tempo de paralisação e a resposta foi om corte de ponto”, respondeu ao ser questionada sobre o nível de diálogo entre o sindicato e a prefeitura. “Não considero que há um bom relacionamento. A secretária trata o Sintrab como inimigo da administração”, afirma.

Por não conseguir com diálogo resolver as pendências, a categoria decidiu para esta semana. “ Paramos porque não conseguimos resolver administrativamente, infelizmente a gente percebe que a secretária não tem autonomia, não tem a capacidade de resolução”, insinua que o ex-prefeito Isaac Carvalho tem mais comando do que o prefeito Paulo Bonfim, ambos do PCdoB. 

Outra queixa da sindicalista, é que o poder público incentivou um racha das categorias para enfraquecer a luta sindical. “Não temos o apoio”, disse referindo-se ao o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Juazeiro (Sinserp).

Os trabalhadores pararam por 72h para pressionar o governo municipal a um diálogo para resolver os impasses entre a categoria.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário.

ORTHO100

ORTHO100
.