RADIO WEB JUAZEIRO : BRASIL: UM PAÍS APODRECIDO PELA CORRUPÇÃO GENERALIZADA

10 MESES DE ADMINISTRAÇÃO: QUE NOTA VOCÊ DÁ PARA O PREFEITO DE JUAZEIRO?

segunda-feira, 30 de outubro de 2017

BRASIL: UM PAÍS APODRECIDO PELA CORRUPÇÃO GENERALIZADA

PF deflagra operação contra desvio de verbas para estradas federais no AC e RO

Estimativa é de que esquema tenha desviado cerca de R$ 700 milhões em recursos públicos. São investigados servidores de departamento de estradas do Acre e do DNIT em Rondônia.

Por Camila Bomfim, TV Globo, Brasília
Polícia Federal deflagrou Operação Buracos em Rioo Branco, nesta segunda-feira (30) (Foto: Jefson Dourado/Rede Amazônica Acre)

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta segunda-feira (30) a operação Buracos, que tem o objetivo de buscar provas para apurar a suspeita de desvio de verbas públicas destinadas a estradas federais no Acre e em Rondônia. A ação é realizada em conjunto com o Ministério Público Federal, Controladoria-Geral da União, Tribunal de Contas da União e Receita Federal.

A equipe da Rede Amazônica Acre confirmou que o ex-diretor-presidente do Departamento de Estradas e Rodagens do Acre (Deacre) e atual prefeito de Rio Branco, Marcus Alexandre (PT-AC), chegou por volta das 8h15 (11h15 horário de Brasília) e estava lá até às 9h51 (12h51) na Superintendência da Polícia Federal (PF). A PF não informou e confirmou o motivo e a assessoria da prefeitura não confirmou que o prefeito está na PF.

O ex-diretor da Empresa Municipal de Urbanização de Rio Branco (Emurb), Jackson Marinheiro, e a primeira-dama do município, Gicélia Viana da Silva Médici Aguiar, também estão na sede da PF.

De acordo com a PF, as irregularidades envolvem servidores do Departamento de Estradas de Rodagem do Acre (Deracre), e do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) em Rondônia, além de empresários.

A estimativa é de que o esquema tenha desviado cerca de R$ 700 milhões em recursos públicos.

Fazem parte da operação cerca de 150 servidores, dentre policiais federais, auditores da Controladoria Geral da União (CGU), auditores do Tribunal de Contas da União (TCU), além de auditores da Receita Federal.

Eles cumprem 23 mandados de condução coercitiva (quando alguém é levado para depor) e 26 de busca, nas seguintes cidades: Rio Branco (AC), Porto Velho (RO), Pimenta Bueno (RO), Ji-Paraná (RO), Cuiabá (MT) e Araraquara (SP).

2 comentários:

  1. LÉA SIQUEIRA. CURSO TOP DE LINHA. CADÊ OTONIEL GONDIM???30 de outubro de 2017 15:08

    ADALBERTO, POR FAVOR, PEÇA LÇOGO AO PROFESSOR OTONIEL GONDIM O TEXTÃO, TEM QUE SER TEXTÃO MESMO!, SOBRE A REDAÇÃO DO ENEM! CERTO? APRESSE O AMIGO.

    ResponderExcluir
  2. OTONIEL GONDIM....E A REDAÇÃO? BLOG...AVEXE ELE. O ADORAMOS. VIVA O BLOG DOS ESTUDANTES!

    ResponderExcluir

Obrigado por seu comentário.

ORTHO100

ORTHO100
.