RADIO WEB JUAZEIRO : TRAVESTI É BALEADA NA BOCA APÓS FAZER PROGRAMA

quarta-feira, 11 de outubro de 2017

TRAVESTI É BALEADA NA BOCA APÓS FAZER PROGRAMA

Travesti está internada em pronto-socorro e está fora de perigo. Ela foi presa na semana passada com outras travestis após brigar com um cliente no motel.

Por G1 MT

Uma travesti foi baleada por um cliente após um programa, na noite desta terça-feira (10), no Bairro Jardim Potiguar, em Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá. Segundo a Polícia Militar, a vítima, Eliandro Brasilino de Morais, de 31 anos, foi atingida na boca e no braço. O cliente fugiu e não foi encontrado até a manhã desta quarta-feira (11).

Travesti foi baleada na boca por cliente após programa; ela já foi presa na semana passada envolvida em uma briga (Foto: Polícia Militar de MT)

Ela é uma das cinco travestis que foram presas na semana passada dentro de um motel no mesmo bairro. Elas são suspeitas de tentar roubar um cliente e desacatar policiais militares. A vítima, um homem de 41 anos, ainda teria sido agredido pelas travestis.

Na situação de terça-feira, um boletim de ocorrência por tentativa de homicídio foi registrado pelos policiais militares. De acordo com a PM, o Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp) recebeu a ligação sobre uma pessoa que teria sido atingida por disparos na Rua Bom Jesus, no Jardim Potiguar.

Os policiais encontraram a travesti caída no chão e chamaram o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). A travesti disse à PM que fazia um programa sexual com uma pessoa na região e foi deixada no local depois do encontro.

Ao ser deixada na rua pelo cliente, o suspeito fez disparos contra a vítima, que foi atingida na boca e no braço esquerdo. A travesti foi levada pelo Samu até o Pronto-Socorro Municipal de Várzea Grande (PSMVG).

O cliente estaria em um carro C4 Pallas Sedan, de cor vermelha. As placas do veículo não foram identificadas até o momento. A assessoria do PSMVG disse ao G1 que a travesti está internada no box de emergência da unidade de saúde depois de ser atingida por dois disparos.

A travesti foi atingida na boca e passou por um procedimento de reconstrução. A princípio a bala não ficou alojada no corpo da vítima. O estado de saúde dela é considerado estável e fora de perigo. A paciente aguarda a realização de uma tomografia e a avaliação de um neurologista nesta quarta-feira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário.

ORTHO100

ORTHO100
.