RADIO WEB JUAZEIRO : VERDADE OU MENTIRA?

terça-feira, 31 de outubro de 2017

VERDADE OU MENTIRA?

Vídeo mostra momento em que carro explode em posto de São Gonçalo, RJ

Mulher morreu e três pessoas se feriram com a explosão no posto de combustível. Vítimas estavam abastecendo veículo com gás GNV. 
 
.
 
Carro explodiu em posto de combustíveis porque mulher usava o celular? Não é verdade!

Vídeo mostra acidente em São Gonçalo (RJ) enquanto carro era abastecido com gás natural. Imagem é real, mas a conclusão tirada, não.

Por Thaís Lima, Nicolás Satriano e Felipe Grandin, G1

Um vídeo que circula pelo WhatsApp e pelas redes sociais mostra o momento da explosão de um carro em um posto de combustíveis. A legenda que o acompanha afirma que o acidente foi causado porque uma mulher usava o celular dentro do veículo. Em outra versão da corrente, é uma criança que está mexendo no aparelho. Isso não é verdade.


(Foto: Arte/G1)

As imagens foram feitas em abril deste ano e são de um veículo explodindo enquanto era abastecido com GNV em São Gonçalo, região metropolitana do Rio de Janeiro. Segundo relatos de testemunhas ao Corpo de Bombeiros, o carro com um casal chegou ao posto de combustíveis para abastecer. No momento da explosão, apenas a mulher estava no veículo. Não havia nenhuma criança com a dupla.

Na época do acidente, o então delegado titular da 74ª DP (Alcântara), Fábio Corsino, afirmou que o acidente ocorreu em razão de um problema no carro ou no equipamento do posto. "Há vários fatores que podem ter contribuído para essa tragédia", afirmou.

O G1 apurou que o inquérito já foi remetido ao Ministério Publico e o uso do celular não é cogitado como causa provável da explosão. A possibilidade de a causa ter sido o aparelho não é sequer citada no inquérito.

Notícia de carro explodindo em posto de combustíveis por conta de celular é falsa (Foto: Reprodução/Facebook)

Celular não causou explosão de carro em posto de combustíveis (Foto: Reprodução/Facebook)

Um celular pode causar uma explosão em um posto?

Mesmo que alguém esteja dentro de um automóvel com um celular em mãos, é praticamente impossível que uma explosão em um posto aconteça por conta dele, afirma o físico Claudio Furukawa, do Instituto de Física da Universidade de São Paulo. “Nunca vi acontecer. O pessoal pede para não usar celular nestes locais para evitar qualquer tipo de perigo, mas é extremamente difícil fazer um aparelho desses explodir alguma coisa”, explica.

Além disso, as condições para uma combustão têm que ser “perfeitas”. “Por exemplo, no fogão, você dá aquela pequena faísca e gera fogo. Se a chama fica amarelada, quer dizer que está saindo pouco gás e se misturando a muito oxigênio, por conta de uma boca entupida. Se tiver gás na sala inteira, e a mistura com o oxigênio for a ideal, aquela faísca pode causar uma explosão”, conta o físico.

O acidente pode ter acontecido por uma falha no equipamento de abastecimento do botijão de GNV do carro, acredita Claudio. “Com certeza houve um vazamento, senão não haveria gás naquele ambiente. Pode ter sido aplicada uma pressão e uma mangueira se soltou. E certamente houve uma ignição, uma faísca. Todo fogo precisa de combustível, comburente, que seria o oxigênio, e uma fonte de calor e ignição”, diz.

E quando uma bateria de celular explode? O físico conta que o processo é diferente. Para acontecer, a bateria tem que estar em curto-circuito. Desta forma, ela se aquece e os componentes nela começam a se deteriorar, gerando gás e calor. Isso causa a explosão. “A explosão é o calor formado na bateria”, explica.

É ou não é?’, seção de fact-checking (checagem de fatos) do G1, tem como objetivo conferir os discursos de políticos e outras personalidades públicas e atestar a veracidade de notícias e informações espalhadas pelas redes sociais e pela web. Sugestões podem ser enviadas pelo VC no G1, pelo Fale Conosco ou pelo Whatsapp/Viber, no telefone (11) 94200-4444, com a hashtag #eounaoe (caso prefira, a hashtag pode ser enviada logo após a mensagem também!)
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário.

ORTHO100

ORTHO100
.