RADIO WEB JUAZEIRO : A CASA CAIU PARA ESTUPRADORES

terça-feira, 7 de novembro de 2017

A CASA CAIU PARA ESTUPRADORES

Trio invade casa e violenta idosa de 68 anos na Fazenda Grande

Raul Aguilar

Laganha e Tônico disseram que o responsável pelo crime foi Mazinho
 (detalhe), já preso
Joá Souza l Ag. A TARDE

Foram presos na manhã desta segunda-feira, 6, Ivan dos Santos Almeida, de 30 anos, o Laganha, e Atenilson de Carvalho, 46, conhecido como Tônico, apontados pela polícia como autor e coautor do estupro contra A.S.Q, de 68 anos, na tarde de 22 de outubro, na Fazenda Grande do Retiro. No dia do crime, a polícia já havia prendido em flagrante Josemar Silva de Jesus, apelidado de Mazinho.

A filha da vítima, R.S.Q, contou que o crime foi praticado após ela sair para comprar cervejas. “Minha mãe tinha saído para comprar cervejas para meu irmão, que estava na rua. Ao sair do bar, ela foi seguida por esses três meliantes, que aproveitaram o momento em que ela abriu a porta de casa para empurrá-la para dentro”, narrou.

A primeira a suspeitar do crime foi uma vizinha da idosa, que ficou desconfiada após ver Laganha parado na frente da casa da vítima.

Ela chamou a idosa e como não obteve resposta, resolveu ligar para a filha da vítima. Ao chegar no local e abrir a porta, a garota se deparou com a mãe caída na sala. “Ela estava nua e toda ensanguentada. Pegamos ela ainda em choque e levamos para o hospital. Ela passou por duas cirurgias”, disse. Após o crime, a vítima passou a ajudar a polícia a investigar o paradeiro dos autores do crime. “O desespero nos fez correr atrás. A família ficou destruída. Minha mãe, toda vez que lembra, chora. Estamos levando ela ao psicólogo para ajudá-la a esquecer”, lamentou.

Crime planejado

O delegado especial Nílton José Costa Ferreira afirmou que os suspeitos planejaram o crime: “Eles estavam no bar, bebendo, quando a idosa apareceu para comprar bebidas. A partir daí, percebendo que ela estava sozinha, planejaram o estupro”.

O delegado informou que Josemar teria chamado Atenilson para acompanhá-lo na prática do crime e ambos ofereceram um pino de cocaína para que Ivan, que trabalhava no bar como garçom, vigiasse a casa da vítima.

Após a prisão de Mazinho em flagrante, as denúncias e informações levaram à prisão de Tônico no local onde trabalha e Laganha no bairro.

Na delegacia, Atenilson e Ivan afirmaram que o crime foi cometido por Josemar e disseram que bebiam no bar quando a vítima apareceu e Mazinho a seguiu. Ambos estão com preventivas decretadas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário.

ORTHO100

ORTHO100
.