RADIO WEB JUAZEIRO : ENEM REMARCA PROVA PARA CANDIDATA ESPECIAL

quinta-feira, 23 de novembro de 2017

ENEM REMARCA PROVA PARA CANDIDATA ESPECIAL

Candidata impedida de prestar Enem em Piracicaba tem prova remarcada

Rina de Cássia descobriu doença de visão poucos dias antes da prova e não pôde usar lupa.

Por G1 Piracicaba e Região
Rina de Cássia Prates não conseguiu fazer segundo dia de provas em Piracicaba (Foto: Carol Giantomaso/G1)

A estudante Rina de Cássia, que não conseguiu fazer o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) no segundo dia, conseguiu remarcar as datas para fazer as provas. Ela descobriu um problema de visão na semana entre os dois dias de exame e precisaria de uma lupa para enxergar as questões, mas não pôde entrar na sala com o objeto.

Rina realizou as provas do primeiro dia, em 5 de novembro, com dificuldades para enxergar as questões. Na época, ela pensou que fosse algum problema relacionado à glicose no sangue, mas mesmo assim resolveu averiguar.

No dia 7, ela foi ao médico e descobriu que tem catarata precoce e que precisa de uma cirurgia para voltar a enxergar normalmente. Como não daria tempo de resolver o problema antes do segundo dia de provas, ela resolveu tentar prestar o exame usando uma lupa.

Rina de Cássia Prates não conseguiu fazer segundo dia de provas em Piracicaba (Foto: Carol Giantomaso/G1)

No local de provas, a Faculdade Anhanguera, ela falou com os fiscais de sala, mas não foi permitido usar o instrumento. Segundo ela, o responsável disse a ela no dia que poderia fazer a prova, mas sem a lupa. "Ele disse que eu tinha que ter feito um requerimento, mas eu não sabia", contou. Ela preferiu não prestar o exame sem a lupa, já que teria muita dificuldade.

Depois de sair da sala do exame, Rina procurou a reportagem do G1 para contar o que houve. "Poderia ter acontecido com qualquer outra pessoa por falta de orientação", disse. Para ela, o importante é alertar os candidatos.

Como não conseguiu fazer a prova, ela tentou entrar em contato com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), mas não conseguiu. No entanto, nesta terça-feira (21), o próprio Inep entrou em contato com ela para propor o reagendamento.

Segundo Rina, agora ela vai ter direito a uma prova ampliada, que será aplicada nos dias 12 e 13 de dezembro, e vai poder também usar a lupa, caso seja necessário.

Enquanto isso, ela contou que continua fazendo os exames necessários e pretende cuidar da saúde. "Fiquei feliz. Eu estava preocupada e conseguir fazer a prova vai ser um prazer", comemorou.

O G1 entrou em contato com o Inep para mais informações sobre o caso, que confirmou a remarcação da prova. "A participante Rina de Cássia abriu uma demanda por meio do 0800. Após a abertura da demanda, o Inep entrou em contato com a participante para informá-la do deferimento da solicitação. Participará da reaplicação, fará a prova dos dois dias, receberá uma prova superampliada e poderá utilizar lupa", diz a nota.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário.

ORTHO100

ORTHO100
.