RADIO WEB JUAZEIRO : GOVERNADOR DE PERNAMBUCO PODERÁ SER UM PETROLINENSE

segunda-feira, 20 de novembro de 2017

GOVERNADOR DE PERNAMBUCO PODERÁ SER UM PETROLINENSE

Fernando Bezerra abre mão da cautela e assume disputa pelo Governo do Estado

por Karine Paixão

“Sou candidato a governador e vou derrotar esse governo (Paulo Câmara) por muitos votos”. Com essa declaração autoconfiante ao jornalista Inaldo Sampaio, o senador Fernando Bezerra Coelho (PMDB) deu o start na sua pré-candidatura ao Governo de Pernambuco abrindo mão da cautela de quem até pouco tempo sentia o terreno e buscava unir as oposições no Estado. 

E pra quem questiona o ingresso nessa batalha eleitoral com a resistência judicial de Jarbas Vasconcelos e Raul Henri, que garantiram a permanência no comando do diretório estadual do PMDB e a manutenção do alinhamento com Paulo Câmara (PSB), o senador mantém-se confiante na força da executiva nacional. “Nossa defesa está bem encaminhada, mas politicamente isso já está resolvido! O partido é nosso. No entanto, mesmo que a gente perca na justiça, a direção nacional irá reunir-se no próximo dia 17/12 e dará a palavra final em nosso favor”, relatou ao colunista. 

Essa animação também é fruto das andanças de Bezerra Coelho pelas cidades pernambucanas. Em cidades de várias regiões os apoios já estão acertados e o fato do seu grupo político comandar Petrolina, a maior cidade do Sertão Pernambucano, já garante um bom ponto de partida, mesmo que a cidade apresente 191.120, frente aos 211.061 de Caruaru, localizada no Agreste e comandada por Raquel Lyra (PSDB) cujo partido estuda a possibilidade de lançar o ex-ministro das cidades Bruno Araújo ao Governo de Pernambuco, mas poderia recuar aceitan a candidatura ao Senado.

Acomodando Bruno Araújo (PSDB), FBC ainda terá, entre outras possibilidades de concorrência dentro do próprio grupo, o ministro da educação Mendonça Filho (DEM) que já governou Estado em 2007, quando Jarbas partiu para tentar a reeleição e foi massacrado por Eduardo Campos (PSB). Como pra otimismo não há limites, Fernando acredita que mesmo concorrendo contra um aliado, irá para o segundo turno com Paulo Câmara e lá terá o apoio irrestrito daqueles que compõem a oposição formada pelo DEM, PSDB, e até o PTB de Armando Monteiro.

Um comentário:

  1. adalberto..peça a otoniel gondim para adiantar alguns dos cointos dele no blog, amigo. seria legalpacas.

    ResponderExcluir

Obrigado por seu comentário.

ORTHO100

ORTHO100
.