RADIO WEB JUAZEIRO : INFORMATIVO SINTCOPE

quinta-feira, 30 de novembro de 2017

INFORMATIVO SINTCOPE

Sintcope lembra prazo para pagamento da primeira parcela do 13º. salário 
Resultado de imagem para sintcope

Gratificação de Natal, 13º. Salário, subsídio natalino... Os nomes podem até variar, mas o prazo para que seja pago ao trabalhador precisa ser cumprido. Conforme a legislação, o pagamento pode ser feito em duas parcelas, sendo que a primeira deve ser paga do dia 1 de fevereiro até o 30 de novembro, e a segunda parcela até o dia 20 de dezembro.

Além de um direito do trabalhador, o pagamento é importante para a economia nacional. Até dezembro de 2017 estima-se que deverão ser injetados na economia brasileira mais de R$ 200 bilhões, com o pagamento do 13º salário. Este montante representa aproximadamente 3,2% do Produto Interno Bruto (PIB) do país e será pago aos trabalhadores do mercado formal, inclusive os empregados domésticos; aos beneficiários da Previdência Social e aposentados e beneficiários de pensão da União e dos estados e municípios.

Segundo estimativas do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Diesse), cerca de 83,3 milhões de brasileiros serão beneficiados com o rendimento adicional.

O cálculo para o pagamento da primeira parcela considera o salário do mês anterior. Por exemplo, se a primeira parcela é paga em 30 de novembro, o salário considerado foi o de outubro. Já a segunda parcela que deve ser paga até o dia 20 de dezembro considera como base o salário do mês de dezembro e desconta o adiantamento que já foi feito na primeira parcela, além de descontar o INSS e o imposto de renda.

Trocando em miúdos, a primeira parcela equivale a um pagamento bruto e a segunda, pagamento líquido, com os descontos.

Todos os trabalhadores sob o regime da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), ou seja, quem tem carteira de trabalho assinada pelo empregador direito a receber o 13º. salário. Isso vale para trabalhadores rurais, temporários e domésticos. Aposentados e pensionistas também recebem 13º salário.

“Infelizmente, ainda tem empresas que descumprem prazos de pagamento da primeira ou segunda parcela; não pagam o valor real porque deixam de incluir, por exemplo, a média das horas extras dos últimos doze meses... Mesmo o 13o. salário sendo um direito assegurado por lei. Então nossa orientação é que caso o pagamento da primeira parcela não aconteça até o dia 30 deste mês, ou exista dúvida sobre como é feito o cálculo, o(a) trabalhador(a) do comércio não pode ficar braços cruzados, deve procurar o sindicato”, explica a presidente do Sindicato dos Trabalhadores do Comércio de Petrolina (Sintcope), Dilma Gomes.

O trabalhador tem diversas ferramentas à disposição para acionar o sindicato. Pode utilizar o telefone (3861-5876); se preferir pode usar o whatsapp (98838-0172/98838-0176) ou ainda o e-mail (contato@sintcopepetrolina.org.br)


ascom

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário.

ORTHO100

ORTHO100
.