RADIO WEB JUAZEIRO : A OPINIÃO DE ERRY JUSTO

segunda-feira, 15 de janeiro de 2018

A OPINIÃO DE ERRY JUSTO

A REDE GLOBO E O “FENÔMENO MARIONETADO” PABLO VITTAR


Começo essa crônica deixando bem claras duas coisas: a primeira é que eu sou responsável por aquilo que eu escrevo e não por aquilo que alguns erroneamente interpretam a seu bel prazer. A segunda é que não estou desqualificando o cantor PABLO VITTAR em relação a sua orientação sexual, mas sim pelo que está sendo divulgado com o uso de sua imagem. Dito isso, “simbora!”


Há muitos anos atrás, eu ouvi da boca de um professor de história pela primeira vez a frase que, em épocas como a de agora, é senso comum: "O Governo é reflexo de seu povo". Corrupto, sujo, problemático e extremamente desinteressante. Essa frase é quase tão antiga quanto a própria democracia, e não precisa de muita análise para percebermos o quão reconfortante ela é. Confesso até que demorei um bom tempo para ficar desconfortável com isso. Assim e dessa forma, também observo as entrelinhas do que os meios de comunicação em massa como a TV diuturnamente tentam nos enfiar de goela abaixo. Parece que a indústria da cultura brasileira resolveu assumir o jeito corrupto de ser, de forma semelhante à política. Ideologias das mais diversas invadem nossas casas através da TV e especificamente através da “Vênus Prateada”, a REDE GLOBO. Não vou ficar aqui escrutinando cada programa da supracitada emissora, porém quero me ater ao quadro musical da mesma, onde eu vi um de seus maiores representantes de nome LULU SANTOS em seu Micro Blog escrever a seguinte declaração:

“Caramba! É tanta bunda, polpa, bum bum granada e tabaca que a impressão que dá é que a MPB regrediu para a fase anal. Eu hein? (sic – 18 dez de 2017).

E partindo daí eu paro para refletir sobre o que aconteceu no ano passado no programa DOMINGÃO DO FAUSTÃO no quadro OS MELHORES DO ANO onde forma indicadas três musicas para concorrer o prêmio da MELHOR CANÇÃO DO ANO DE 2017. Anitta com a canção Paradinha, Ana Vilela e K.O. de Pablo Vittar. Todos nós sabemos que Pablo Vittar foi o vencedor. Houve sim muita gente que reclamou e achou que a “eleição” foi totalmente injusta. Até concordo pois, na minha humilde opinião quem deveria ter levado prêmio seria a Ana Vilela, pois, sua música apresentou a melhor letra e arranjo, mas, não é isso que me proponho a falar agora.

Conforme outro artigo que eu escrevi no ano passado sob o título "QUAL É A RELAÇÃO ENTRE O AMBIENTALISMO E A IDEOLOGIA DE GÊNERO" o que vou dizer aqui é apenas ressonante. Existe sim uma agenda global que quer a todo custo incutir na cabeça da humanidade que o nosso planeta é pequeno de mais para comportar tanta gente. Essa agenda opera para que haja um sumário controle populacional via infertilidade voluntária. A Rede Globo está afiadíssima com essas ideologias de George Soros, que é o maior financiador de movimentos de Esquerda e que dentre várias outras sandices horrorosas tem o controle populacional como a bola da vez. E o que Pablo Vittar tem haver com tudo isso? Exatamente tudo! Ao fazer uma leitura da história dessa personagem no mundo musical brasileiro observamos que seu trabalho e performance acompanhado de letras musicais que fazem apologia ao sexo sem compromisso, homossexualidade e “vida louca” concluímos que este é adequadamente útil para tal “pronto serviço.”

Faço minhas as palavras do Lulu dizendo que "a impressão que dá é que a MPB regrediu para a fase anal." Pablo Vittar não venceu os Melhores do Ano do Domingão do Faustão por mérito de seu talento, o que cá para nós... é pífio! Mas venceu porque ele é uma marionete mal manipulada para se fazer de forma subliminar a propagação da ideologia de Soros. Para os movimentos de Esquerda que Soros patrocina, a família tradicional composta por pai, mãe e filhos e os conceitos de moral, ética, honestidade, democracia, respeito à Lei e ordem são elementos subversivos e opressores a suas pautas. Falando nisso, observem bem o que o PT implantou no Brasil durante seus quase treze anos de desgoverno: Colocou negros contra brancos, nordestinos contra sulistas, pobres contra ricos, empregados contra patrões, população contra a Polícia e a lista é grande... mas, tem efeito! Transformar o nosso País num caos social tamanho a fim de que haja dizimações de vidas. Se você não acredita, veja como está em estágio adiantado a nossa vizinha Venezuela! Tem a mesma ideologia petista e segue a risca a cartilha de George Soros. Diante desse quadro eu posso até parafrasear o que o meu professor de história me disse quando eu era um menino: 

"A REDE GLOBO é reflexo de seu povo". Cínica, suja, problemática e extremamente manipuladora.

Este ano tem Eleições Presidenciais. A população brasileira vem demonstrando uma total insatisfação e rejeição a políticos que expõe ideias socialistas e comunistas. Isso é fato irrefutável. Mas, o problema é que temos uma diversidade quase nula. Há poucos candidatos de viés de Direita. A maioria que está disponível por aí tem suas imagens totalmente desgastadas por escândalos e má fama. Cabe a cada um de nós fazermos uma escolha inteligente. E aguardem. Esse ano de 2018 vem muita loucura por aí. Luciano Huck, talvez. Vai bagunçar e atrapalhar mais ainda o processo eletivo. É ver para crer.


ERRY JUSTO.
Radialista e Jornalista.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário.