RADIO WEB JUAZEIRO : JONATHAN DINIZ, UM BRASILEIRO PRESO POR NICOLÁS MADURO, O PRESIDENTE AMIGO DE LULA!

quarta-feira, 3 de janeiro de 2018

JONATHAN DINIZ, UM BRASILEIRO PRESO POR NICOLÁS MADURO, O PRESIDENTE AMIGO DE LULA!


(Crônica de Erry Justo)

Venezuela. País que já foi o mais rico da América do Sul com seus abundantes e inesgotáveis poços de petróleo, agora nos últimos cinco anos tem amargado uma tamanha crise deixada pelo falecido presidente Hugo Chávez e hoje anarquizada pelo seu irmão e sucessor Nicolás Maduro. Como se tudo isso não bastasse: pessoas se matando nas ruas, crianças morrendo de fome, idosos apodrecendo em estado cadavérico nos hospitais por falta de tratamento adequado; agora o governo venezuelano está prendendo qualquer pessoa que por mínimo venha amenizar o sofrimento de pessoas que são vítimas de suas sandices políticas. Foi o caso do jovem brasileiro, o catarinense JONATHAN MOISÉS DINIZ. O líder chavista DIOSDADO CABELLO, vice-presidente do partido do presidente da Venezuela disse na quinta-feira passada (28 de dezembro de 2017), que o governo do país prendeu esse brasileiro que, segundo ele, trabalha para uma ONG “que apoia atos terroristas” (sic) contra o regime de Caracas. A acusação envolve Jonathan e ao menos três venezuelanos que trabalham com ele em campanhas humanitárias. Cabello, ainda em chamou atenção para o fato de que Diniz é “nascido no Brasil e curiosamente residente da cidade de Los Angeles, Estado da Califórnia, nos EUA”. Ele acusou o brasileiro de ser diretor de uma ONG de fachada chamada TIME FOR CHANGE, que promovia “nas redes sociais supostas atividades de entrega de alimentos a pessoas que estão nas ruas da Venezuela, para obter financiamento em moeda nacional e estrangeira, dólares.” Um dos problemas de Diniz, de acordo com o dirigente socialista, é o fato de Diniz ter postado nas redes sociais imagens de manifestações contrárias ao governo de Maduro.

De acordo com o Governo Brasileiro, nenhum representante do governo venezuelano ainda não fez contato de forma oficial para informar sobre a prisão de Diniz. As únicas informações até o momento são as divulgadas pela família de Diniz, que pediu ajuda ao governo brasileiro.

Agora vejamos algo “curioso” para não dizer omisso. A família de Diniz inúmeras vezes já pediu uma postura ao Itamaraty, que é o Ministério das Relações Exteriores sendo o órgão do Poder Executivo responsável pela política externa e pelas relações internacionais do Brasil, nos planos bilateral, regional e multilateral. Este mesmo Itamaraty, que também assessora o Presidente da República na formulação da política exterior do Brasil e na execução das relações diplomáticas com Estados e organismos internacionais, se encontra em estado de leniência. Parece estar fazendo vistas grossas à situação do jovem brasileiro injustamente preso pela polícia desmoralizada de Maduro. Mas por que isso? Simplesmente porque ao observarmos o viés político do PMDB, herdeiro e coparticipante da anarquia geral deixada pelo PT, entendemos que este é de ideologia COMUNISTA e apoiador das loucuras do ditador Nicolás Maduro. Será que Temmer vai deixar o jovem JONATHAN MOISÉS DINIZ apodrecer na cadeia sem ter ao menos um julgamento decente por seus supostos “crimes” que segundo a Justiça Venezuelana cometeu? Devemos questionar e denunciar de forma intensa essa falta de postura por parte de Michel Temmer. O pior disso tudo é que o ex presidente e condenado por corrupção Lula e seus asseclas seguem em caravana por todo Brasil defendendo esse regime totalitarista de seu fiel amigo Maduro. Cadê os nossos companheiros Conservadores que ainda não se pronunciaram sobre esse fato? Segue o fluxo gente amiga!



ERRY JUSTO.
Radialista e Jornalista.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário.

ORTHO100

ORTHO100
.