RADIO WEB JUAZEIRO : POLÍCIA FEDERAL SE PREPARA PARA CUMPRIR PRISÃO CONTRA LULA, DIZ JORNAL

quarta-feira, 31 de janeiro de 2018

POLÍCIA FEDERAL SE PREPARA PARA CUMPRIR PRISÃO CONTRA LULA, DIZ JORNAL

Ideia principal é combinar com advogados para o petista se apresentar à polícia voluntariamente
Resultado de imagem para POLICIA FEDERAL E LULA
Por Ansa


Lula: ex-presidente não tem direito à prisão especial, pois não possui curso superior (Ricardo Moraes/Reuters)

A Polícia Federal começou a se preparar para cumprir uma eventual ordem de prisão contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, condenado ontem (24) em segunda instância por lavagem de dinheiro e corrupção passiva a 12 anos e um mês de prisão.

De acordo com uma reportagem do jornal “O Estado de S.Paulo”, a cúpula da PF articula como proceder caso algum juiz emita uma ordem de prisão contra Lula.

A ideia mais bem aceita no momento é a de combinar com os advogados do petista para que o ex-presidente se apresente para cumprir a pena voluntariamente.

Lula não tem direito à prisão especial, pois não possui curso superior. A PF, portanto, tenta deixar um plano pronto para garantir a segurança do ex-presidente e dos próprios agentes.

Em março de 2016, quando a PF levou Lula em condução coercitiva para um depoimento, foi preciso escolta e uma operação especial devido aos protestos de militantes petistas em São Paulo, os quais entraram em confronto no aeroporto de Congonhas.

Lula tinha sido condenado a nove anos e meio de prisão, em primeira instância, pelo juiz Sergio Moro, por corrupção passiva e lavagem de dinheiro pelo caso do triplex no Guarujá, apontado como um imóvel recebido da OAS Empreendimentos como favorecimento a contratos com a Petrobras.

Ontem, a 8ª Turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), em Porto Alegre, decidiu manter a condenação em segunda instância e elevar a pena para 12 anos e um mês de prisão. Mas não foi determinada prisão imediata, o que deve ocorrer apenas quando se esgotarem todos os recurso na corte.

Veja 


.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário.