RADIO WEB JUAZEIRO : VEJA O VÍDEO - PREFEITURA COBRA PARA TURISTAS FREQUENTAREM AS PRAIAS

sexta-feira, 26 de janeiro de 2018

VEJA O VÍDEO - PREFEITURA COBRA PARA TURISTAS FREQUENTAREM AS PRAIAS

Prefeitura cobra taxa de R$ 500 para ônibus de turismo acessar praias

por Luana Ribeiro
Barra do Itariri é uma das praias da região | Foto: Imovelweb


A prefeitura de Conde, no litoral norte da Bahia, instituiu a cobrança de uma taxa de R$ 500 para que ônibus possam deixar turistas nas praias de Sítio do Conde e Barra do Itariri, situadas no município. “O decreto nosso é exatamente igual ao que existe em outras praias, Imbassahy, Guarajuba... Nós estamos limitando o acesso por conta da estrutura não suportar o número exagerado de veículos e como proteção do ecossistema”, afirmou o prefeito Antônio Eduardo Lins (PMDB), conhecido como Dudu Vieira, em entrevista ao Bahia Notícias. Segundo o gestor, o valor é cobrado para ônibus com capacidade maior que 55 lugares na entrada da cidade – uma equipe da prefeitura é responsável pela cobrança. “Em certas situações a gente dá um desconto, a taxa original padrão do decreto cai para menos de R$ 10. Não está havendo subtração do direito de ir e vir, como algumas pessoas colocaram em sites”, disse. O desconto é oferecido fora da alta temporada – no verão, ou em datas específicas, como Réveillon, a cobrança é feita normalmente. De acordo com o prefeito, os ônibus de turismo podem se cadastrar no site da prefeitura e pagar a taxa previamente, recebendo uma credencial – os que estejam se dirigindo a hotéis e pousadas são isentos do pagamento. “É importante salientar que há uma linha comercial normal indo para lá”, destaca Eduardo. Além de congestionamentos, falta de vagas para estacionar e confusão no momento do desembarque de excursões, o prefeito cita, para exemplificar os motivos da instituição da taxa, erosão de estradas por causa das marés, o que colocaria em risco o transporte de passageiros com veículos pesados para as praias da região. “Em Siribinha, indo para Poças, a estrada praticamente já sumiu, uma estrada que funcionava em janeiro do ano passado”, explica. Para solucionar o problema, a administração pretende implantar dois estacionamentos para os ônibus de turismo, a partir dos quais vans credenciadas pela prefeitura farão o translado até as praias.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário.