RADIO WEB JUAZEIRO : VIOLÊNCIA CAMPEIA EM PERNAMBUCO

quarta-feira, 7 de fevereiro de 2018

VIOLÊNCIA CAMPEIA EM PERNAMBUCO

Mais de 500 homicídios já foram registrados neste ano em Pernambuco

por Simone Marques 


Apesar da promessa do Governo de Pernambuco de reduzir os homicídios, os números não param de subir. Em menos de 40 dias, mais de 500 pessoas foram vítimas de mortes violentas. Os dados, ainda preliminares, fazem parte de um levantamento da Rádio Jornal.

De 1º de janeiro até a madrugada deste quarta-feira (07), pelo menos 517 homicídios foram registrados em Pernambuco. Destes, 265 foram em cidades do Interior. Somente nas últimas 24 horas, 19 pessoas foram mortas, sendo 12 no Interior.

O número é bem acima da média registrada no ano passado, quando cerca de 13 homicídios eram praticados por dia. Uma preocupação a mais para o Governo do Estado, já que nos dias de Carnaval essas estatísticas tendem a aumentar. Oficialmente, a Secretaria de Defesa Social (SDS) só deve se pronunciar no próximo dia 15 sobre os números da violência já registrados neste ano.

Nesta semana, cerca de 1,2 mil novos policiais civis e científicos que tomaram posse. Uma das primeiras missões será agilizar as investigações de assassinatos. Para isso, parte dos delegados e agentes de polícia foram lotados no Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

INQUÉRITOS ATRASADOS

De acordo com a Polícia Civil, somente três em cada dez inquéritos de homicídios abertos em 2017 foram concluídos. Ao todo, 5.093 inquéritos de homicídio foram abertos no ano passado para investigar mortes violentas registradas no Estado. Destes, 1.660 foram remetidos à Justiça. Um total de 32,6% de taxa de resolução. O Ronda JC teve acesso ao levantamento por meio da lei de acesso à informação.

A assessoria da PCPE informou que “a meta é esclarecer todos os Crimes Violentos Letais e Intencionais (CVLI) e retirar de circulação os homicidas envolvidos. A taxa de resolução de inquéritos, com autoria definida, chega a ser quatro vezes maior que a média nacional”.

Nos três primeiros anos da gestão do governador Paulo Câmara (2015 a 2017), Pernambuco registrou 13.795 assassinatos. Se comparado com o mesmo período do segundo mandato do ex-governador Eduardo Campos (2011 a 2013), quando 9.928 mortes foram contabilizadas, houve aumento de 39%. O ano de 2017 fechou como o mais violento da história.

PERFIL DAS VÍTIMAS

Levantamento da SDS, divulgado pelo Ronda JC na semana passada, apontou que 95% dos homicídios registrados no Estado têm como vítimas negros e pardos. Para especialistas, esse resultado não é surpresa e demonstra a desigualdade, com ausência de políticas públicas, que persiste na sociedade. Confira análise.

JConline

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário.