RADIO WEB JUAZEIRO : A OPINIÃO DE LAURENÇO AGUIAR

terça-feira, 20 de março de 2018

A OPINIÃO DE LAURENÇO AGUIAR

Assassinato de Militantes da Esquerda é Histórico!


Laurenço Aguiar do Nascimento


Fernando Horta (FÓRUM - 15/03/2018), fala da morte da vereadora do PSOL Marielle Franco e outros 23 assassinatos em apena quatro anos. Ele já havia criticado os justiceiros”, citado inclusive casos internacionais. Eu lembro de Ariomar Rocha, líder sindical do Pilar em Jaguarari/BA, funcionário da então Caraíba Metais, assassinado como vereador do PT, Chico Mendes em Xapuri no Acre e tantos outros!... Crimes políticos ideológicos, praticados por pistoleiros, agentes da direita!

À comoção nacional pelo caso da vereadora, por parte da grande mídia, das autoridades da justiça e do meio político, é ao meu ver, falso, para que a sociedade evite politizar e ideologizar o ocorrido!... Os posicionamentos de tentar incriminar a vítima, como foi o caso de uma desembargadora do Rio de Janeiro, e de um delegado da Delegacia da Mulher de Santo Amaro/PE, são também, legítimos da ideologia capitalista direitista!

Todos nós dos movimentos sociais sabemos do risco por ser militante combatentes da corrupção, defensores da justiça social, dos direitos humanos, do interesse público! A ideologia capitalista sempre “sugeriu” o assassinato de quem lhe opõe. Mesmo que nem todo mundo da direita tenha cometido crime desse tipo. Jesus Cristo foi um militante de esquerda daquela época, sofreu um assassinato político, o fato recebeu a versão que os interessados pela sua morte quiseram dá, para que os sonhos os ensinamentos e a luta dele não continuasse com os outros!

Historicamente, políticos de direita foram vítimas e assassinatos por disputas políticas direitistas, entre eles mesmos. Os casos existiram pelo país quase inteiro, numa exibição da natureza descomprometida com a saúde, a paz, a integridade e a vida. Como diz a filosofia de combate ao capitalismo: “o capitalismo não tem pátria, compaixão, coração, pudor, coerência, piedade nem vergonha”.

O assassinato da vereadora, militante socialista, ativista social, não foi o primeiro, o único e nem será o último, pois, enquanto houver risco de perda de poder político, e redução do ganho financeiro ilícito, às naturezas capitalista, direitista, não deixará de aprontar e matar, como estratégia de redução da força que opõe!


Sento-Sé, 20 de março de 2018.
Laurenço Aguiar do Nascimento – Presidente do PT de Sento-Sé/BA.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário.