RADIO WEB JUAZEIRO : CONTRATAÇÕES MILIONÁRIAS, À VISTA

sexta-feira, 8 de junho de 2018

CONTRATAÇÕES MILIONÁRIAS, À VISTA

Indignado com CR7, presidente do Real acelera a contratação de Neymar, diz jornal
Neymar Foto: Matthew Childs / Reuters

Extra

O presidente do Real Madrid, Florentino Pérez, está indignado com a pressão que Cristiano Ronaldo tem feito após o 13º título do clube na Liga dos Campeões. O jogador pediu um aumento substancial de salário para permanecer, se não irá deixar o time merengue, algo já dado a entender em entrevistas depois da decisão, em maio. Por isso, segundo o jornal “Mundo Deportivo”, o dirigente quer acelerar a contratação de Neymar, que pertence ao Paris Saint-Germain, porque não vai ceder a chantagem do craque português.

Conforme a publicação, o dirigente viajou a Londres, onde o brasileiro se prepara para Copa do Mundo com a seleção, para coordenar uma estratégia comum que aproxime o camisa 10 do Real e fazer dele a estrela da próxima temporada, acelerando os prazos inicialmente acordados para assinar com o jogador em 2019.

Florentino Pérez está está indignado com Cristiano Ronaldo por amargurar a festa depois da conquista da 13ª Liga dos Campeões. O egoísmo do português superou qualquer outro episódio de confronto com a gestão do clube. A questão vai além porque o camisa 7 exige uma renovação de contrato que o tornará o jogador mais bem pago do mundo, à frente de Leo Messi e Neymar.

De acordo com o “Mundo Deportivo”, o mandatário estava disposto a melhorar o contrato de CR7 antes da final da Liga dos Campeões e completar seu pedido com bônus, o que que poderia aproximar o português dos números de Messi. Mas tom dado pelo craque ao fazer uma espécie de despedida foi interpretado da pior forma por Florentino, que não está disposto a suportar, ainda mais se conseguir fechar com Neymar depois da Copa na Rússia.

“Neymar está ajudando a manter a estratégia do Real Madrid. O clube branco deixou o diretor Pini Zahavi organizar a situação, silenciando o ambiente do jogador, principalmente o pai dele, que ao invés de ajudar, o prejudica. Ney não está adaptado ao Paris Saint Germain, se sente desconfortável no clube e em um campeonato menor. Ele sabe que estava errado ao deixar o Barça para ser o número 1 em outro clube, que não está na elite do mundo. Mas ele parecia ter assumido que ele teria que passar mais um ano no PSG até que a saída de Zidane e a birra de Cristiano mudou os planos”, descreve a publicação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário.