RADIO WEB JUAZEIRO : O CALVÁRIO DA RÁDIO GLOBO

.

.

quinta-feira, 11 de janeiro de 2018

O CALVÁRIO DA RÁDIO GLOBO


Após uma mudança radical no seu target, demissão em massa de comunicadores, produtores, técnicos, sonoplastas para a contratação de profissionais considerados mais baratos, a Rádio Globo está sofrendo com os espinhos do caminho que escolheu. Além de não saber o que farão com os canais em AM do Rio de Janeiro, São Paulo e Belo Horizonte – o arrendamento não está fora de questão- a rádio está assistindo suas interações nas redes sociais despencarem.

Hoje a emissora sequer assina o relatório de audiência fornecido pelo IBOPE. 

Em São Paulo é difícil conseguir ouvir o som dos 94,1FM no Centro da maior cidade do país.

No Rio a emissora está saindo do edifício histórico na Rua do Russel para ganhar mesas dentro do Projac e salas ao lado do jornal EXTRA. O rádio vai morar de favor com os jornais e dividir as contas. O tradicional prédio da Glória ficou grande demais para a quantidade de funcionários que sobrou.

Até fevereiro os programas esportivos já não estarão mais no prédio que deu nome a uma das maiores empresas do rádio brasileiro. Moradores do Rua do Russel lamentam a perda de mais uma grande empresa de comunicação. “Lembro dos carros da Manchete aqui na rua. Depois que a Manchete se foi e as rádios da Globo foram fechando essa rua foi ficando mais perigosa. Agora a gente reclama aonde? Quem defende o carioca? Não tem!”, disse Altemar, morador desde 1974 do bairro da Glória e leitor do site.

O combustível para as mudanças já está sendo queimado, um prestígio de décadas, num mundo onde fazer um rádio com prestação de serviço está sendo considerado caro pelos acionistas do Sistema Globo de Rádio. No discurso oficial a Globo quer reduzir o abismo entre o veículo e um público mais jovem. Se apoia em um rádio musical com poucos profissionais e alguns colaboradores. O projeto pode demorar a decolar. Por quanto tempo o Grupo Globo aceitará queimar dinheiro e não ver retorno? Em 2017 o que se viu foi a direção reafirmar que AINDA acredita no rádio como modelo de negócio.

Quando o maior mercado publicitário do país se renderá ao projeto do Sistema Globo de Rádio? A aposta dos que foram ouvidos pelo site é a de que a Rádio Globo não conseguirá emplacar a nova rádio em 2018 diante de uma mudança radical, com figuras que não são amadas pelo público que já ouve rádio. O site continua torcendo pelo rádio.


Fonte: O rádio de verdade

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário.