RADIO WEB JUAZEIRO : A DISCUSSÃO SÉRIA PARA O ENRIQUECIMENTO SOCIAL E A REFLEXÃO RESPONSÁVEL E NECESSÁRIA!

.

.

segunda-feira, 26 de fevereiro de 2018

A DISCUSSÃO SÉRIA PARA O ENRIQUECIMENTO SOCIAL E A REFLEXÃO RESPONSÁVEL E NECESSÁRIA!



Ficou com uma naturalidade clara e pujante os casos que mostram e denunciam um contingente expressivo de criaturas humanas formatadas erroneamente, frustrando à ordem social, afetando instituições, até ameaçando e ceivando vidas, num processo denunciante e preocupante!... Parece até inexplicável vê e ouvi falar em tantos casos envolvendo pessoas ocupantes dos mais diversos cargos públicos, privados e no meio sociais, como se a vida fosse, obrigatoriamente, uma escola do mal: quem nunca ouviu falar de ilicitude e crime cometido por pessoas profissionais das redes p úblicas e privadas, líderes dos meios religiosos, políticos e social: juiz de direito; desembargador, promotor, policial, advogado, procurador, pastor, associativistas – não existe uma só entidade que seja, pelo presente ou passado, vítima de comportamento adversos às suas objetividades – contrariando inclusive a lei e a lógica social! 

É necessário avançar no processo de análise dos valores da pessoa humana, assim como às suas debilitações de caráter, que influenciam ao processo de desenvolvimento político, econômico, cultural e social, a depender do seu teor e intensidade!... O momento é oportuno por vivermos uma clara crise de identidade social, afetando todas as instituições e envolvendo expressiva parte da sociedade – atingindo, por inteiro, ao conjunto de pessoas!

Importante e necessário observar como a vida humana tem três tipos de escolas – ou é uma escola com três tipos de espaços que funcionam, permanentemente para todos, desde de criança, onde os adultos são alunos e professores de si mesmo, crianças e adolescentes são apenas alunos e vítimas mais atingidas: 1- a casa (família) onde se vive; 2 – a escola onde se estuda; 3 – a rua (espaço externo) onde se transita costumeiramente (...). Toda sociedade é movida por um processo de organização, típico e pecu liar, porém, atinente a um “sistema ideológico”, nos seus mais diversos costumes: seja na vida produtiva; na organização política, no convívio social e na relação com à natureza!

Quando uma sociedade passa a ter certa intensidade de comportamentos ilegais, aéticos e criminoso, denuncia o conjunto da sociedade e respectivo modelo da sua organização geral!... Isso não acontece por acaso, nem por determinação divida - é resultado sim de uma orientação que age cotidianamente, formatando mentes, condutas, caráteres numa coletividade de pessoas!

Observo que às formas de escolha, seleção, recrutamento pessoal para atuar no serviço público é o Concurso Público e ele não tem poder de selecionar nem qualificar caráter - ou seja: pessoas deformadas, moral e socialmente, podem sim ingressar, mesmo no cargo de Juiz de Direito ou Policial; numa empresa privada se contrata através de Curriculum, Carteira de Trabalho, entrevista, pedido pessoal; na Igreja se ingressa pela fé e/ou a militância religiosa de convencimento; no partido político a entrada é por convite pessoal, in iciativa própria, afinidade de “ideais”; até na Entidade Civil, como Sindicato, onde se ingressa pela forma de posicionamento e questionamento, não é possível evitar o ingresso da conduta deformada; o médico, ou qualquer outra função de expressividade social pequena média e grande não estão fora desse contexto; o cargo público (o político) é escolhido no voto direto, essa escolha é feita por um universo de criaturas vitimadas por esse mundo deformador de gente!

Sento-Sé, 25 de fevereiro de 2018.

Laurenço Aguiar – Observador da Conjuntura.

Um comentário:

  1. Laurenço Aguiar: Parabéns pelo espirito democrático e o compromisso de valorizar o debate!

    ResponderExcluir

Obrigado por seu comentário.