RADIO WEB JUAZEIRO : FILHO DE JOÃO GILBERTO FALA SOBRE O PAI

.

.

sexta-feira, 6 de abril de 2018

FILHO DE JOÃO GILBERTO FALA SOBRE O PAI

‘Não pude salvá-lo dele mesmo’, lamenta filho de João Gilberto

João Marcelo Gilberto publicou um texto no Facebook nesta quinta, 5, lamentando a presença de “abutres” em torno do cantor e criticando, ainda, sua irmã Bebel 


Roberta Pennafort


O filho mais velho de João Gilberto, João Marcelo Gilberto, publicou um texto no Facebook nesta quinta-feira, 5, lamentando a presença de “abutres” em torno do cantor, uma alusão à ex-companheira de seu pai, Claudia Faissol, a quem a família acusa de manipulá-lo. “Eu não pude salvá-lo dele mesmo”, desabafou. Em seu texto, João Marcelo também faz críticas à irmã, Bebel Gilberto, pela forma como ela vem lidando com os problemas financeiros e de saúde do pai.


João Gilberto em 2000, durante apresentação em NY: hoje, ele é alvo de disputa familiar Foto: Mabel Feres

João Gilberto tem 86 anos e está interditado judicialmente por Bebel desde novembro de 2017. Ela passou a ter a curatela do pai porque considerou que ele vinha sendo induzido por Claudia a assumir compromissos profissionais que não poderia cumprir, por causa da idade avançada e a saúde fragilizada. Seu quadro mental foi descrito como “confusional”.

Na terça-feira, 3, a Justiça do Rio autorizou o arrombamento do apartamento onde ele mora, no Leblon, zona sul do Rio, a pedido de Bebel – João vive sozinho, não sai de casa há anos e se recusa a abrir a porta.

O texto de João Marcelo foi publicado em inglês. “Eu obviamente estou extremamente preocupado com a condição do meu pai”, disse. “Às vezes, as pessoas constroem muros para se isolar e não receber ajuda, por causa dos facilitadores que as cercam – todos com seus interesses.”

João Marcelo, que mora nos Estados Unidos, como Bebel, escreveu que tentou convencer seu pai de que ele precisava de ajuda para contornar a difícil situação financeira em que se encontra. Também se dispôs a fazer uma gravação dele tocando violão e cantando, em casa, já que é bastante improvável que um dia ele volte aos estúdios de gravação (o último CD saiu há 18 anos; o derradeiro show foi em 2008). Não conseguiu.

A condição de João Gilberto é descrita como de “absoluta penúria financeira”, segundo nota que Bebel divulgou à imprensa à época da interdição. Ele enfrenta um processo de despejo do apartamento no Leblon e tem outras dívidas.

A curatela foi pedida por Bebel porque era necessário “impedir que ele continue sendo induzido a assinar documentos cujo conteúdo e respectivos compromissos lhe são danosos”. João responde na Justiça a processos por não ter feito shows fechados por Claudia Faissol – mãe de sua caçula, Luisa, de 13 anos. O Estado procurou Claudia, mas não conseguiu contato.

É possível também que o cantor seja internado nos próximos dias. Segundo contou ao Estado sua ex-mulher Miúcha, mãe de Bebel, esta seria uma forma de ele ser submetido a exames, os quais se recusa a fazer: “Espero que não seja internado. A situação é difícil, ele é muito fechado, tem 86 anos e algumas questões de saúde. Está muito magrinho. A Bebel está tentando de tudo por ele. Todos queremos que o João se trate. Ele foge de médico como o diabo da cruz. Se a gente marcar, ele desmarca trinta vezes.” Miúcha disse que pelo telefone João parece bem e tranquilo, e continua tocando e cantando como antes.

A íntegra do texto de João Marcelo é:

“Recentemente, passei um bom tempo no Brasil, onde tentei convencer meu pai a me deixar ajudá-lo a controlar sua situação financeira, e até tentei gravá-lo profissionalmente em casa, pois sabia que era cada vez mais improvável que isso acontecesse de qualquer outra forma.

Infelizmente, não consegui. Eu não pude salvá-lo dele mesmo, e tive que voltar para cuidar dos assuntos da minha casa.

Agora não tenho qualquer contato com meu pai, e devo confiar no que leio on-line a respeito de sua condição.

Meu pai foi efetivamente sequestrado e alienado de mim e de minha família imediata. Ele viu minha filha Sofia Gilberto (dois anos de idade) apenas uma vez (!) E só porque tivemos que responder à invasão de sua porta por Claudia Faissol, para que eu pudesse fazer uma denúncia à polícia…

Mesmo assim, ele quase foi impedido de ver Sofia, já que Maria do Céu Harris tentou (como ela já havia feito antes) impedir fisicamente minha mulher e filha de entrar junto comigo.

Eu não sou informado nem consultado sobre as maquinações legais ou físicas que minha irmã tomou/ está tomando em relação ao meu pai, salvo o que eu leio nos noticiários.

Por respeito a João, eu tentei uma forma menos pública e mais respeitosa de expor as possíveis perdas nas finanças do meu pai, mas as moções da corte aparentemente foram adiadas por minha irmã, que também aparentemente decidiu ter uma abordagem claramente menos privada sobre esse assunto.

Eu obviamente estou extremamente preocupado com a condição do meu pai, mas tenho que dizer que, no tempo que passei lá, achei as autoridades e leis brasileiras, muitas vezes descritas como protetoras dos idosos, pesadas, conflitantes e lamentavelmente inúteis para o dilema do meu pai.

Às vezes, as pessoas constroem muros para se isolar e não receber ajuda, por causa dos facilitadores que a cercam, todos com seus interesses.

Michael Jackson

Prince

George Michael

Eu entendo o que aconteceu com esses homens.

Desculpe, pai, eu não consegui manter os abutres longe de você”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário.