RADIO WEB JUAZEIRO : RETIRANDO AS TAUTAGENS
sexta-feira, 1 de junho de 2018

RETIRANDO AS TAUTAGENS

Descoberta de pesquisadores franceses abre caminho para a retirada de desenhos na pele sem deixar resíduos na forma de manchas e cicatrizes


Por Thaís Botelho

EXTRAÇÃO - Os procedimentos hoje adotados, como o uso do laser, custam caro e levam tempo para funcionar (./Getty Images)

Não é incomum que, depois do desejo de tatuar o corpo, brote a vontade de fazer o oposto, retirar a tatuagem — três em cada dez pessoas tatua­das decidem pela remoção. As sequelas da extração, contudo, podem ser feias. No lugar do desenho ficam manchas e cicatrizes. Os dermatologistas sempre buscaram uma saída que permitisse não estragar a pele após a eliminação da pintura. Recentemente, cientistas do Centro de Imunologia de Marseille-Luminy, na França, identificaram os mecanismos de absorção das tinturas — e a descoberta pode abrir uma avenida de oportunidades que permitiria a volta da tez a seu estado inicial.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário.