RADIO WEB JUAZEIRO : A CASA CAIU PARA BANDIDO VIOLENTO E DESASTRADO
quinta-feira, 19 de julho de 2018

A CASA CAIU PARA BANDIDO VIOLENTO E DESASTRADO

Após tentar fugir com carro de igreja e bater em padre, homem é preso suspeito de matar a mãe em SC

Homem de 47 anos foi preso por suspeita de matar idosa de 75 anos por asfixia em Apiúna, no Vale do Itajaí.

Por Mariana de Ávila, G1 SC
Mãe foi encontrada morta em Apiúna (Foto: Polícia Civil/Divulgação)

Um homem de 47 anos foi preso na quarta-feira (18) em Apiúna, no Vale do Itajaí, suspeito de matar a mãe, Miriant Veneranda Vieira, de 75 anos. Conforme a Polícia Civil, ele foi detido durante a fuga após tentar roubar dois veículos e agredir o padre e uma fiel em uma igreja do municÍpio.

Segundo o delegado Renan Scandolara, o homem foi levado à delegacia de Apiúna no início da tarde de quarta. A polícia foi acionada porque ele teria tentado roubar uma moto no Centro.

Não conseguindo levar o veículo e, ainda de capacete, o suspeito entrou em uma igreja próxima para tentar pegar as chaves do carro paroquial. No local, agrediu uma senhora que estava rezando e o padre. Após detido, na delegacia, os policiais tentaram entrar em contato com familiares.

"Os policiais sabiam que ele morava sozinho com a mãe dele, idosa. Ela passava o dia todo em casa. Como não atendeu ao telefone, ficaram preocupados e foram até casa. O local estava fechado, sem sinal de arrombamento. O cadáver estava em um dos cômodos", disse o delegado.

A Polícia Civil ainda aguarda o laudo cadavérico final do caso, mas o Instituto Médico Legal (IMl) confirmou que ela morreu por asfixia, o suspeito teria apertado o pescoço dela. Exames também são feitos para identificar possíveis abusos.

O delegado trabalha com a hipótese do crime ter sido cometido na noite de terça-feira (17). Ele representou pela prisão preventiva do homem por feminicídio, tentativa de roubo e lesão corporal. O homem declarou ser desempregado.

Segundo o delegado, o suspeito não tinha passagens relacionadas a violência doméstica, mas havia registros de lesão corporal.

Parentes chegaram a prestar depoimento na delegacia sobre necessidade de internação dele por problemas psicológicos. A motivação do crime está em investigação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário.