RADIO WEB JUAZEIRO : AS EXPLICAÇÕES DO DR. BUMBUM

sexta-feira, 20 de julho de 2018

AS EXPLICAÇÕES DO DR. BUMBUM

'Doutor Bumbum' terá 15 dias para se explicar a Conselho de Medicina do Rio

A advogada Renata Matos foi até a 16ª DP (Barra da Tijuca) para intimar o 'Doutor Bumbum' Foto: Fabiano Rocha / Agência O GLobo


O médico Denis César Furtado, conhecido como "Doutor Bumbum", terá o prazo de 15 dias, a partir desta sexta-feira, para prestar esclarecimentos ao Conselho Regional de Medicina do Rio de Janeiro (Cremerj). É o que afirma Renata Matos, advogada do Cremerj, que esteve na 16ª DP (Barra da Tijuca) nesta sexta-feira para formalizar uma intimação ao médico sobre a morte da bancária Lilian Calixto, de 46 anos, após se submeter a um procedimento cirúrgico.

— Nós viemos intimá-lo para dar prosseguimento ao trâmite administrativo do Cremerj. Ele tem que prestar esclarecimentos sobre o que aconteceu com a paciente — contou.

Os depoimentos de Denis e sua mãe, Maria de Fátima Furtado, duraram cerca de três horas cada. As versões foram colhidas pelo delegado Felipe Santoro. Sobre os motivos que levaram o Cremerj a suspender o registro profissional de Maria de Fátima, a advogada falou que não pode revelar os motivos que levaram à cassação.

— Os procedimentos requerem um segredo de justiça. O Denis não é registrado aqui no Rio e nunca pediu autorização para atuar aqui no estado.

O presidente do Cremerj, Nelson Nahon, já afirmou que vai abrir uma sindicância para investigar a conduta do médico. Denis, por ter registro apenas em Goiás e em Brasília, não poderia atuar no Rio de Janeiro sem autorização do Cremerj.

Quatro pessoas são acusadas de participar do procedimento que terminou com a morte da bancária, entre elas a namorada de Furtado, Renata Fernandes Cirne, de 19 anos, que está presa na unidade prisional de Benfica, e a mãe dele, também detida. A quarta pessoa não teve o pedido de prisão temporária autorizado pela justiça, mas também será indiciada pelos crimes. Trata-se da enfermeira Rosilane Pereira, que trabalhava com o médico.

A transferência de Denis e da mãe para uma unidade prisional pode acontecer nesta sexta-feira ou no fim de semana. A delegada titular da 16 DP, Adriana Belém, vai confrontar os depoimentos de Denis, Maria de Fátima e Renata com o das testemunhas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário.