RADIO WEB JUAZEIRO : LOJA DE DISCOS DE VINIL SOBREVIVE ENTRE CLÁSSICOS DA MÚSICA
terça-feira, 24 de julho de 2018

LOJA DE DISCOS DE VINIL SOBREVIVE ENTRE CLÁSSICOS DA MÚSICA

O Bazar Musical, na Barra, tem mais de 10 mil discos; os mais raros não saem por menos de R$ 150


As lojas especializadas em CD e vinil estão cada vez mais raras em Salvador. Até nas livrarias dos shopping centers, as estantes para esses produtos diminuíram muito nos últimos anos. Porém, o sebo-loja Bazar Musical, com novo endereço na Barra, persiste difundindo a cultura de audição nesses suportes.

Há mais de duas décadas no ramo, o dono e colecionador Walter Lima possui um acervo com mais de 10 mil discos usados, de artistas brasileiros e estrangeiros. É possível encontrar por lá desde clássicos do Pink Floyd, Led Zeppelin, The Smiths e Bob Marley até raridades da banda baiana Camisa de Vênus ou pérolas da vanguarda paulistana de Arrigo Barnabé e da fase setentista de Gal Costa.

Os LPs mais raros não saem por menos de R$ 150. Este é o preço, inclusive, de uma edição do Transa, álbum icônico de Caetano Veloso lançado em 1972. Mas encontram-se grandes discos, como o Realce, de Gilberto Gil; o Luz, de Djavan; o Mais, de Marina Monte; e o Álibi, de Maria Bethânia, por valores mais acessíveis.

Para manter o negócio vivo e, ao mesmo tempo, viável, com a mudança de espaço (antes funcionava na rua Marquês de Caravelas, também na Barra), Walter também passou a oferecer o serviço de fotocópia – muito requisitado por causa de um cartório na vizinhança. Chegam mais interessados em copiar e/ou imprimir documentos do que em conhecer e comprar LPs, mas quem entra com o objetivo de garimpar os CDs e discos de vinil dificilmente permanece no Bazar Musical por menos de uma hora.

Bazar musical Av. Princesa Isabel, 211, Loja 2. Horário de funcionamento: seg a sex, das 8h30 às 18h, e sáb, das 9h30 às 13h. 

Destaque O acervo da loja tem diversos discos de Gal Costa, especialmente da fase que vai do final dos anos 1960 até meados da década de 1970, como este álbum de 1969, com Divino maravilhoso e Não identificado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário.