RADIO WEB JUAZEIRO : PESQUISA APONTA QUE POPULARIDADE DE NEYMAR CAI NAS REDES SOCIAIS

quarta-feira, 25 de julho de 2018

PESQUISA APONTA QUE POPULARIDADE DE NEYMAR CAI NAS REDES SOCIAIS

Entre os países que mais criticaram o craque, está a França, onde Neymar joga com o Paris Saint-Germain

(Foto: Reprodução / Twitter)
 VN

Uma pesquisa feita Kantar Sports, que é representada pelo Ibope Repucom no Brasil, aponta que a popularidade de Neymar teve uma grande queda depois da Copa do Mundo de 2018. O brasileiro foi assunto de mais de 25 milhões de publicações nas redes sociais (Twitter, Facebook, Instagram e YouTube). Na maior parte deles, criticando o craque do PSG. Ele superou Messi, que tinha cerca de 20 milhões, e Cristiano Ronaldo, 17 milhões.

Do dia 1º de junho até as vésperas da estreia do Brasil na Copa, Neymar era citado negativamente em 28% nas publicações das redes sociais. O número pulou para 61% de críticas depois do primeiro jogo no Mundial e chegou a 68% após a eliminação da Seleção Brasileira nas quartas de final, para a Bélgica.

Dos comentários negativos, pelo menos 90% eram fazendo piada, memes e foram classificados como negativos “pela possibilidade de impacto em sua imagem devido à sua conduta em campo e não por sua qualidade técnica”, de acordo com o diretor do Ibope Repucom, José Colagrossi.

A França, onde Neymar atua com o Paris Saint-Germain e onde ele foi eleito como melhor jogador do campeonato francês, está entre os 10 países que mais criticaram o jogador. Além desse, estão: Brasil (líder da lista), Estados Unidos, Reino Unido, Espanha, Portugal, Argentina, Colômbia e Chile. A repercussão negativa de Neymar também foi grande no México, mas foi pelo caso envolvendo o craque com Layun, jogador da Seleção Mexicana. O mexicano pisou na perna do brasileiro fora de campo e a arbitragem não marcou falta.

Mesmo com os comentários negativos, Neymar ganhou mais de 6,8 milhões de seguidores nas redes sociais. No Instagram, foram mais de 100 milhões de novos seguidores. No Twitter, foram mais de 40 milhões.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário.