RADIO WEB JUAZEIRO : VÍDEO - LULA FAZ DESABAFO DEPOIS DE 100 DIAS DE PRISÃO
quinta-feira, 19 de julho de 2018

VÍDEO - LULA FAZ DESABAFO DEPOIS DE 100 DIAS DE PRISÃO

"Não posso aceitar essa decisão como uma coisa normal", diz Lula sobre prisão

Silvânia Nascimento*

Assessoria do ex-presidente divulgou vídeo que marca os seus 100 dias de prisão

No dia em que completou 100 dias na prisão, na terça-feira, 17, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva fez um pronunciamento em vídeo divulgado pela sua assessoria. Na publicação, além de afirmar que é perseguido pela Polícia Federal (PF) e por questões políticas, ele também diz estar revoltado com as acusações do seu processo.

"Eu me transformei no cidadão mais indignado da história do Brasil. O juiz Moro sabe que eu sou inocente, o juiz do TRF- 4 sabe que eu sou inocente. Eu queria que ele julgasse o mérito do processo, o mérito da acusação contra mim, que lesse a defesa das acusações e encontrasse um crime que eu cometi. Aí, eles poderiam me prender tranquilamente e eu acataria com todo respeito a decisão".

Nas declarações feitas no vídeo gravado antes de ser preso, ele também comenta que os ministros e o juiz responsáveis pelo julgamento da Lava Jato não querem o fim da operação. "Eu acho que tem uma coisa muito grave acontecendo. Me parece que sou um sonho de consumo dos ministros que me julgaram e dos juiz Moro, porque parece que eles não querem em hipótese alguma (...), que a Lava Jato acabe ou que eu seja inocentado antes de ser preso".

Condenado a 12 anos e 1 mês de prisão pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro referentes ao caso do tríplex do Guarujá, situado no litoral de São Paulo, Lula está preso desde o dia 7 de abril na carceragem da PF, em Curitiba.

Em um dos trechos das mensagens, ele diz não aceitar sua prisão por ser uma atitude injusta. "Não posso aceitar essa decisão como uma coisa normal. Se essa gente quer fazer política, é melhor deixar suas funções públicas desse País. Entre em um partido, se candidate e venha fazer política. Mas fazer política na Polícia Federal, no Ministério Público e no Poder Judiciário é um equívoco que o Brasil não pode permitir".

Mesmo preso, o ex-presidente junto com representantes do PT têm buscado maneiras de registrar a candidatura dele nas eleições de 2018. Em crítica à nova gestão do Brasil, Lula ressalta a necessidade da reconstrução. "Esse País está precisando de paz, de tranquilidade, voltar a crescer, gerar empregos, gerar oportunidade e esperança para milhões de pessoas que estão desempregadas".




*Sob a supervisão da jornalista Maiara Lopes

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário.