RADIO WEB JUAZEIRO : A OPINIÃO DE LAURENÇO AGUIAR

.

.

terça-feira, 21 de agosto de 2018

A OPINIÃO DE LAURENÇO AGUIAR

Brasil/Bahia: Conjuntura Pré-eleitoral Pós Registros de Candidaturas e Prognóstico!


Laurenço Aguiar do Nascimento

Encerrado prazo de registro de candidaturas dia 15 de agosto, aberto o período da campanha de rua, a Eleição de 2018, reduz a visão incógnita e aumenta a visibilidade de quem quer e sabe fazer análise política eleitoral, inclusive com “profecia” eleitoral.

Para à Presidência da República, o poder de estruturar a campanha na maior quantidade possível dos 5 570 municípios. Vejo que o Alkmin do PSDB sairá dos 6% de intenção de voto e se tiver segundo turno ele deverá está presente. Bolsonaro do PSL, é a meu ver, o favorecido com a “perda da maior parte dos votos” do Aécio Neves em 2014 e que por falta de grande estrutura de campanha, ele ter dado fortes argumentos para os adversários usar contra ele, parte desse potencial, deverá retornar para candi dato tucano.

Henrique Meireles do MDB deverá penar o desgaste atual do presidente Michel Temer do MDB. Marina Silva, Ciro Gomes e outras candidaturas com prováveis pequenas estruturas no país, pouco tempo no Rádio e na TV ficam sempre com dificuldade de crescimento. Já a Candidatura do Lula, ou outra do PT, por ter uma condição de estruturar a campanha país a fora, tem a maior militância e o segundo maior tempo de TV e Rádio, contar com maior aprovação partidária perante o povo e ter maiores argumentos de convencimento do eleitor por ter governado o país em trê edições e meia, deve manter-se com a destacada intenção de voto, que tem hoje.

Para o Congresso Nacional é clara a expectativa de baixa renovação de nomes, maior ainda de conteúdo político mais avançado, cientificamente falando – teremos uma nova composição voltada para: o fisiologismo; o paternalismo; o personalismo; e a manutenção do Sistema Político de natureza Capitalista do vale tudo por vantagens pessoal e dinheiro ilegais – infelizmente, quem tem mais dinheiro terá com certeza maior possibilidade de ser eleito/a.

Na Bahia, a “fugida política” de ACM Neto, enfraqueceu o grupo da oposição (DEM/PSDB/PMDB) e fortaleceu o grupo da situação que tem o governador Rui Costa/PT como candidato a reeleição e em avaliação popular positiva.

A nível nacional, partidos de esquerda – ligados aos Movimentos Sociais, parece voltar a recuperar, mesmo que em parte, seu potencial eleitoral de 2014 e consequentemente conquistarão maiores espaços institucionais de expressão social e poder político.

Portanto, às Eleição 2018, depois de cristalinas informações sobre o uso político partidário do Estado, “ensaio” de “luta de classe”, manipulação midiática, conta com uma melhor condição política popular, para absorver informações, se fazer convencimento sério, votar!


Sento-Sé, 20 de agosto de 2018.

Laurenço Aguiar do Nascimento.
Contribuinte Voluntário da Imprensa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário.