RADIO WEB JUAZEIRO : FILHO MATA O PAI A FACADAS E FERE A MÃE
segunda-feira, 13 de agosto de 2018

FILHO MATA O PAI A FACADAS E FERE A MÃE

Jovem que matou pai esfaqueado no DF 'mexe com bruxaria', diz mãe à polícia

Ela também foi agredida e precisou ser internada. Filho vai responder por homicídio e tentativa de homicídio.

Por Gabriel Luiz, G1 DF
Fachada do Hospital Regional de Taguatinga, no Distrito Federal
 (Foto: Tony Winston/Agência Brasília )

Um jovem de 23 anos matou o pai esfaqueado na região rural de Samambaia, no Distrito Federal, à 1h30 desta segunda-feira (13) – na madrugada seguinte ao Dia dos Pais. A mãe também foi atingida pelo filho e ficou ferida. Em depoimento, ela disse que o filho "mexe com magia negra, feitiçaria, bruxaria" (veja mais abaixo). Havia sangue por toda a casa.

Quando a Polícia Militar chegou ao local, o pai ainda estava vivo. Ele foi levado ao Hospital Regional de Taguatinga (HRT), mas, no caminho, não resistiu aos ferimentos. A mãe precisou ser internada.

O filho foi preso por homicídio e tentativa de homicídio. Ele foi encaminhado para a 12ª DP (Taguatinga Centro).

Segundo a Polícia Civil, ao ser ouvido, o jovem "não falava nada com clareza e pronunciava palavras inaudíveis". Com isso, não foi possível fazer o interrogatório. Duas testemunhas foram chamadas.
Pegadas com sangue em apartamento no qual filho matou pai a facadas
 (Foto: Polícia Militar do DF/Divulgação)

Depoimento

A mãe deu depoimento no HRT. Segundo ela, o filho "já trouxe alguns problemas", mas nunca tinha a agredido fisicamente – apenas o marido. Ela contou que colocaram o filho "para fora de casa", mas acabaram deixando que ele voltasse.

Ela afirmou que o crime aconteceu quando voltaram da igreja e percebeu que a chave do quarto não estava na porta. A mulher estava sonolenta quando ouviu o marido gritando, ao ser esfaqueado diversas vezes.

"Ele falava: 'Eu amo vocês, mas eu tenho que fazer isso'", relatou. Ela pediu misericórdia, mas ele a esfaqueou no rosto, no pescoço, no braço e na barriga e foi protegida pelo marido. Por isso, ela acreditava que a intenção era matar os dois.

Em algum momento de desatenção, ela conseguiu expulsar o filho do quarto e barrar a porta com a cama. Foi de dentro do quarto que acionaram a PM.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário.