RADIO WEB JUAZEIRO : MULHER TARADA

quarta-feira, 1 de agosto de 2018

MULHER TARADA

Audiência pública ouve mulher que fingia ser homem para ter relações sexuais com vítimas na Bahia

Por: Reprodução Por: Redação BNews

Uma audiência pública para ouvir Andreza Souza Dias Souza, 22 anos, presa em março deste ano, durante Operação Perfil Falso no Recôncavo Baiano, acontece nesta quarta-feira (1°), no Fórum Criminal do Tribunal de Justiça, no bairro de Sussuarana, em Salvador.

Andreza foi presa durante operação do Ministério Público da Bahia (MP-BA). Na época, durante coletiva, a promotora responsável pelo caso e coordenadora do Grupo de Atuação Especial de Combate as Organizações Criminosas e Investigações Criminais (GAECO), Ana Emanuela Rossi Meira, explicou que a mulher é suspeita de estelionato e violação sexual mediante fraude.

Segundo o MP-BA, Andreza começou a cometer os crimes em 2013, quando ainda era adolescente. A maioria das vítimas é de Salvador, mas ela também atuou em Santo Antônio de Jesus e Nazaré, onde trabalhava como funcionária da prefeitura, em cargo comissionado, e outras cidades do interior. A mulher também era estudante de Direito.

Segundo Ana Emanuela, Andreza usava os aplicativos de mensagens ou sites de encontros amorosos, se passando por uma pessoa de sexo masculino, para abordar as vítimas. Com fotos de homens encontrados nas redes sociais, a mulher começava um relacionamento com as vítimas. Ela criava grupo no WhatsApp com a mulher com que mantinha uma relação e adicionava pessoas que diziam ser seus parentes para dar credibilidade ao "romance".

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário.