RADIO WEB JUAZEIRO : PETROLINA APRESENTA QUANDRO PREOCUPANTE EM TERMOS DE VIOLÊNCIA

.

.

quinta-feira, 13 de setembro de 2018

PETROLINA APRESENTA QUANDRO PREOCUPANTE EM TERMOS DE VIOLÊNCIA

Petrolina registra cinco homicídios nos últimos cinco dias
Resultado de imagem para VIOLÊNCIA

 Karine Paixão 


Desde o último domingo (09), Petrolina não teve um dia sem homicídio registrado. Os sinistros vitimaram apenas homens e ocorreram não apenas na zona rural, onde a população reclama constantemente da falta de segurança, mas também em bairros periféricos da cidade. 

Na manha de domingo, um corpo masculino sem identificação foi encontrado no canal do Projeto Maria Tereza. Na segunda (10) outro homem morto foi encontrado próximo ao bairro Vale do Grande Rio, no loteamento denominado, Nossa Senhora de Fátima. A vítima teria morrido após receber golpes de arma branca (facão). 

Por motivo fútil foi morto a tiros ainda na noite desta segunda-feira, o funcionário do Fórum de Petrolina, Francisco de Assis Rezende da Silva, de 40 anos. O fato ocorreu no bairro Jardim Amazonas. Segundo testemunha, a vítima foi tirar satisfação com um vizinho que agrediu seu filho por causa de uma pipa e foi assassinado. O suspeito permanece foragido. 

Nesta terça-feira (11) um homem de 28 anos foi morto a tiros na tarde desta terça-feira (11) em Petrolina, no Sertão de Pernambuco. O crime aconteceu no Núcleo 10 do Perímetro Irrigado Senador Nilo Coelho. Wanderson de Souza Silva foi surpreendido por dois homens que estavam em uma moto e efetuaram os disparos. A vítima cumpria prisão domiciliar por roubo e porte de armas e utilizava uma tornozeleira eletrônica.

Por fim, nesta quarta-feira (12), Cícero Wellington Bezerra Alexandre, de 25 anos, estava na Rua da Cerca, no bairro Jardim Petrópolis, próximo de casa, quando dois homens chegaram em uma moto e atiraram contra o jovem. Três dos disparos atingiram a cabeça da vítima. Cícero chegou a ser socorrido, mas morreu dentro da ambulância do Samu.

A Delegacia de Homicídios em Petrolina estão investigando os casos. Até o momento ninguém foi preso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário.