RADIO WEB JUAZEIRO : O QUE A LEI NÃO PROÍBE, A LEI PERMITE
quinta-feira, 25 de outubro de 2018

O QUE A LEI NÃO PROÍBE, A LEI PERMITE

Praticamente eleito, Geraldo Júnior pode ficar 4 anos no comando da Câmara de Salvador

por João Brandão
Foto: Divulgação

Com a eleição para presidência da Câmara de Salvador praticamente sacramentada, o vereador Geraldo Junior (SD) pode ficar quatro anos no comando da Casa. Apesar de a reeleição ser proibida na legislatura, Geraldinho, se for reeleito em 2020, poderá ser candidato novamente em um novo mandato.

Conforme inciso 1° do Artigo 6° do Regimento Interno da CMS, "não se considera recondução a eleição para o mesmo cargo em legislaturas diferentes, ainda que sucessivas".

Kiki Bispo, que tentou ser candidato a presidente do Legislativo municipal, mas foi vencido pela articulação de Geraldinho, disse que é legítimo o vereador pelo SD ser reconduzido.

“Acho que é uma decisão personalíssima. Geraldinho vai ser eleito na próxima quarta, e é natural ele se reelegendo tem todos os requisitos e credenciais para se manter no cargo. Acho que vai depender muito da atuação dele. Acredito que vai ser processo natural a reeleição para presidente da Câmara”, afirmou ao Bahia Notícias.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário.