RADIO WEB JUAZEIRO : CAIXA PRETA É RECUPERADA
quinta-feira, 1 de novembro de 2018

CAIXA PRETA É RECUPERADA

Indonésia recupera uma caixa-preta de avião que caiu com 189 pessoas


As autoridades da Indonésia confirmaram nesta quinta-feira (1) a recuperação de uma das caixa-pretas do avião da companhia aérea de baixo custo Lion Air que caiu na última segunda-feira no mar de Java com 189 pessoas a bordo, sem deixar sobreviventes.

“Encontramos uma das caixas-pretas. Não sabemos se é a FDR (que registra os parâmetros de voo) ou a CVR (que registra os sons dentro da cabine”, afirmou o diretor do Comitê Nacional de Segurança dos Transportes, Soerjanto Tjahjono.

Para recuperar as caixas-pretas, que podem ser cruciais para determinar a causa do acidente, as autoridades mobilizaram quase 1.000 pessoas, incluindo dezenas de mergulhadores, além de helicópteros e barcos.

Especialistas da área de investigações do Comitê Nacional de Segurança no Transporte (KNKT) analisarão o dispositivo. Segundo Tjahjono, os especialistas podem levar cerca de seis meses para chegar a uma conclusão, mas está previsto publicar um relatório preliminar dentro de um mês.

O Exército indonésio anunciou na quarta-feira ter localizado a fuselagem do avião. Os destroços foram encontrados a 30 metros de profundidade depois que ontem foi detectado um sinal consistente nas águas do Cabo Karawang, perto de Jacarta, onde a aeronave caiu.

O Boeing 737 MAX 8 da companhia de baixo custo Lion Air, que estava em serviço há poucos meses, desapareceu na segunda-feira no mar de Java. Poucos minutos antes, os pilotos haviam solicitado ao controle de tráfego aéreo permissão para retornar a Jacarta, cidade de origem do voo.

A aeronave seguia para Pangkal Pingang, localidade de trânsito para os turistas que visitam as praias da ilha vizinha de Belitung. As autoridades descartaram a possibilidade de encontrar sobreviventes da tragédia.

Até o momento, foram levadas ao necrotério 56 bolsas com restos humanos que as autoridades acreditam que pertençam a 10 pessoas, segundo a agência de busca e resgate Basarnas.

A pouca visibilidade na água, o solo lamacento do fundo marinho e fortes correntes dificultaram as operações de busca. Nesta noite, as possíveis precipitações anunciadas pela agência de meteorologia indonésia também devem prejudicar os esforços.

Fundada em 1999, a Lion Air, maior companhia aérea de baixo custo de Indonésia, teve seis acidentes menores e um mortal, ocorrido em 2004, no qual morreram 25 pessoas.

A companhia admitiu na segunda-feira que o avião acidentado teve um problema técnico em um voo anterior e havia passado por reparos.

(Com EFE e AFP)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário.