RADIO WEB JUAZEIRO : GUERRA DOS CANUDOS
terça-feira, 13 de novembro de 2018

GUERRA DOS CANUDOS

Projetos na Câmara podem permitir a volta do plástico

Por: Aline Macedo

A partir de agora, canudos no Rio devem ser feitos de material biodegradável Foto: Michel Filho

A lei municipal que proibiu os canudos de plásticos na cidade do Rio de Janeiro desde julho pode sofrer um revés.

Desde que os milk shakes passaram a ser bebidos com canudos de papel — ou diretamente no copo —, dois outros projetos foram apresentados para mudar as regras.

O futuro deputado federal Otoni de Paula (PSC) quer obrigar bares e restaurantes a terem canudos de plástico para uso exclusivo das Pessoas com Deficiência — muito embora a fabricação e comercialização não tenha sido afetada.

E os vereadores Thiago K. Ribeiro (MDB) e Marcello Siciliano (PHS) propõem que o texto da lei seja modificado tirando a palavra "papel" da jogada. Ou seja, seriam permitidos apenas "canudos fabricados exclusivamente com material biodegradável e/ou reciclável".

O problema é que, entre os materiais que podem ser reciclados está justamente... o plástico, vilão dos mares e motivo pelo qual a lei foi criada.

É que, segundo ambientalistas, até 2050, 99% das espécies de aves marinhas do mundo terão ingerido o material, que ainda contribui para a emissão de gases do efeito estufa.

A organização Meu Rio, que batalhou pela proibição, já entrou em ação, e vem tratando de encher a caixa de e-mail dos vereadores para fazer com que o plástico continue longe dos copos de suco — e das tartarugas que habitam as nossas águas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário.