RADIO WEB JUAZEIRO : DESABAFO DE UMA MÃE
quarta-feira, 6 de fevereiro de 2019

DESABAFO DE UMA MÃE

Dependentes do Transporte Público 

(Imagem Google)


NOTA DE REPÚDIO


Ontem 04-02-2019 por volta das 18:00 horas passei por um constrangimento que acho que nunca vou esquecer na minha

-Estou grávida de 8 meses e mãe de criança especial (paralisia) que tem dois anos e está completando os três, sempre ando para o Centro de Petrolina para as fisioterapias usando o meio de transporte ônibus mais hoje fiquei decepcionada que quase perco o bebê de tanto chorar.

-Passei por um grande constrangimento que nunca esquecerei chorei para mim aquilo ali foi um momento de terror pois quem é mãe de criança especial sabe as dificuldades que temos é ainda temos que passar por isso preconceitos etc.

Motorista não quis abrir a porta do meio do ônibus que é a que entram os deficientes físicos (cadeirantes) mais o motorista só abriu a da frente p outro pessoal entrar eu gritava, passageiros batiam e gritavam para o motorista abrir e ele coração de pedra dizia que não iria abrir, até hoje mim pergunto o que houve que esse homem que fez minha simples pessoa passar por isso com meu filho especial? .

Após muito tempo de baderna dos passageiros dentro do ônibus o mesmo abriu.

Ali eu vim angustiada chorando muito meu bebê que não fala não anda, inocente chegou a vomitar.

Um passageiro de bom coração vendo aquilo ainda na hora de descer no bairro Pedro Raimundo que é onde eu moro fez a questão de mim acompanhar para não deixar eu ir embora naquela situação sendo que o mesmo mora na Cohab Massangano e iria a pé só para mim ajudar pois viu que fiquei muito nervosa.

Chegando em casa comecei a sentir fortes dores

Fato ocorrido por volta das 18:00 horas ponto de ônibus da antiga moda mania próximo o mercado turístico no Centro da cidade de Petrolina-PE.

O ônibus não teve o seu número de série anotado nem muito menos a placa, porque ela apenas se preocupou com o seu filho especial.

Fica aqui o alerta para as pessoas que passam pelo mesmo constrangimento, que não se calem, pois, o cidadão de bem tem direitos e não só deveres.

Todas as fontes e testemunhas desse acontecimento estão reservados, caso alguém queira se pronunciar sobre o assunto elas serão reveladas.

Quem esteve ali ou no ônibus sabe o que estou falando.

"diz mãe da criança."

" Meu bebê que não anda e nem fala, inocente chegou a vomitar vendo aquela situação.

Essa hora lágrimas rolaram

Muda seres humanos

Muda Brasil.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário.