RADIO WEB JUAZEIRO : OPINIÃO
terça-feira, 16 de abril de 2019

OPINIÃO

Apesar dos últimos crimes sofridos o povo de Sento-Sé não tem natureza violenta, têm casos ocorridos periodicamente, mas, em proporções abaixo da realidade da média das outras cidades do Estado da Bahia.


Mesmo com diversos crimes cometidos, aqui, pelo coronel de Pilão Arcado, “Militão” com seus 400 (quatrocentos) jagunços, dos anos 1844 a 1848, matando inclusive Juiz de Direito, Vigário, agentes da Guarda Nacional, historicamente, aquela natureza influenciou muito pouco a nossa sociedade, se considerar à alarmante quantidade de homicídio daquela época.

Por ser cidade tranquila, cada vez que ocorreu um assassinato, mais e menos violento, deixou trauma entre as outras pessoas!... Sento-Sé nunca esteve mais policiada do que nesse momento: 3º Pelotão PM da Companhia de Juazeiro; Polícia Civil; Guarda Municipal Civil, agem em condição, pelo menos, “melhor do que antes”!

A violência, ou tranquilidade social, se dá numa construção histórica, com base mais forte em dois pilares: 1 - valorização da Educação; 2 - aplicação das Políticas Públicas, principalmente de geração de trabalho e renda digna!... Nos dois aspectos, nunca foi melhor que hoje e as notícias do município com circulação regional, são provas cabais!

Se pode afirmar que a onda de violência do país aumentou nos últimos quatro meses, coincidindo, assim, com dois fatores contundentes: 1 - o novo Governo Federal; 2 - o estímulo oficial nacional do uso de arma-de-fogo e do incentivo claro e aberto do assassinato humano.

Lamentavelmente, choramos a dor por crimes cometidos aqui e por muitos outros divulgados nos noticiários dos canais de Televisão do Brasil e nas Redes Sociais!... Que a Paz não deixe, nunca, de ser uma condição social de defesa institucional e da maioria do Povo!



Laurenço Aguiar
Contribuinte Voluntário dos Blogs.

Um comentário:

  1. Opinião tem que ser respeitada. observamos que trata apenas de uma opinião em defesa politica do grupo a que pertence o autor e pago com o dinheiro público para não fazer nada. Onde a Guarda Municipal (estudantes) interferem na segurança da cidade e do município? Pura aberração.

    ResponderExcluir

Obrigado por seu comentário.